Jornada na JUFRA de Uberl√Ęndia-MG


“Jufristas realizam visita ao acampamento do MSTB em um dia de conv√≠vio com as fam√≠lias do local, participa de reuni√£o com entidades parceiras e comp√Ķe o Comit√™ de apoio as 2200 fam√≠lias acampadas”

DIA DE VISITA E CONV√ćVIO COM AS FAM√ćLIAS ACAMPADAS

No dia primeiro de dezembro de 2012, durante a 3¬™ Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos Humanos, os jovens da JUFRA e v√°rios outros parceiros estiveram presentes no acampamento do MSTB (Movimento dos Sem Teto do Brasil), localizado em parte da regi√£o do Gl√≥ria, propriedade da Universidade Federal de Uberl√Ęndia, que hoje √© conhecida pelos moradores como Bairro Elisson Pietro e onde vivem 2200 fam√≠lias.


Nesse dia foi realizada uma caminhada no local, como forma de reconhecimento das necessidades b√°sicas dos moradores e maior aproxima√ß√£o com os mesmos. A caminhada de reconhecimento teve uma import√Ęncia bastante significativa, pois pode ser visto e at√© sentido como aquelas fam√≠lias vivem e sobrevivem naquele local, isso mostra que esse acampamento tem uma import√Ęncia enorme para a popula√ß√£o que ali mora e se tornando um bairro legalizado trar√° muitos benef√≠cio para os moradores que h√° anos lutam por um local digno e pr√≥prio de moradia.

Nesse mesmo dia a Fraternidade participou de uma bela confraterniza√ß√£o e demonstra√ß√£o de bom relacionamento das fam√≠lias que est√£o acampadas. Esta festa acontece todos os s√°bados, a partir das 20h00, com a apresenta√ß√£o de uma banda que faz estilo “bai√£o” tocando v√°rios tipos de forr√≥ e √© formada pelos pr√≥prios moradores do acampamento. √Č um momento de descontra√ß√£o para os moradores do local, pois eles se divertem e conseguem usufruir de um estilo musical que os agrada.


Os integrantes da Jufra de Uberl√Ęndia participaram da festa juntamente com os moradores com o objetivo de entender a realidade daquele povo e conhecer essa forma de entretenimento. Foi muita prazerosa e aconchegante esta visita. O grupo foi muito bem recebido participando at√© da anima√ß√£o da festa, pois dan√ßaram e cantaram interagindo com todos.

Foi poss√≠vel enxergar a acolhida dos moradores e o ensinamento que isso nos trouxe. Vivem na simplicidade e com essa simplicidade conseguem se divertir, mesmo enfrentando tantos problemas e sendo t√£o necessitados. √Č uma forma de eles estarem mais unidos e de mostrarem que s√£o pessoas alegres e cheias de garra, merecendo ter uma moradia como qualquer outro indiv√≠duo.

REUNI√ÉO COM ENTIDADES PARCEIRAS E CRIA√á√ÉO DO COMIT√ä ELISSON PIETRO DE APOIO AS FAM√ćLIAS ACAMPADAS

Tamb√©m no dia primeiro de dezembro houve uma reuni√£o no acampamento do Gl√≥ria, na qual estavam presentes o l√≠der do MSTB, Wellington Marcelino Romana (mais conhecido como Marrom), os jovens da Juventude Franciscana de Uberl√Ęndia, Frei Rodrigo P√©ret da Comiss√£o Pastoral da Terra (CPT), um aluno representando o Diret√≥rio Central dos Estudantes (DCE) da UFU, e um docente de Filosofia da UFU.


Na reuni√£o surgiu a ideia de um comit√™ de apoio aos moradores que residem na Fazenda do Gl√≥ria, que ter√° como objetivo realizar no local diversas atividade para interagir com os moradores, como atividades culturais e pol√≠ticas. Esse comit√™ tamb√©m objetiva divulgar essa luta dentro da Universidade, buscando o apoio dos diversos setores da mesma: discentes, docentes e t√©cnicos. √Č um comit√™ de longo prazo, ou seja, dar√° apoio at√© que o acampamento se torne de fato um bairro legalizado na cidade de Uberl√Ęndia. O comit√™ ficou conhecido como: “Todos Somos Elisson Pietro”.

Após a reunião todos participaram da assembleia no acampamento, que é tradicionalmente realizada todos os domingos, e durante a mesma alguns dos membros da reunião realizaram falas, inclusive o jufrista Ricardo Mendonça, dando apoio aos moradores e mostrando que essa luta não é só deles, mas também é de todos os envolvidos para que sonho de ter uma casa própria se torne real.

INAUGURA√á√ÉO DO COMIT√ä NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERL√āNDIA

A participa√ß√£o na inaugura√ß√£o do Comit√™ “Todos Somos Elisson Pietro”, ocorrida no dia 05 de dezembro de 2012, foi tamb√©m uma das atividades escolhidas pela JUFRA de Uberl√Ęndia, na 3¬™ Jornada Franciscana Nacional pelos Diretos Humanos. O nome do comit√™ foi escolhido em homenagem ao Professor Elisson Pietro, que foi um dos primeiros a apoiar e a lutar pelos diretos dessas pessoas do acampamento, mas infelizmente faleceu em Outubro, deixando sua ideologia e sua for√ßa, nos inspirando ainda mais a trabalhar no futuro Bairro Elisson Pietro.


A inaugura√ß√£o ocorreu no Centro de Conviv√™ncia da Universidade Federal de Uberl√Ęndia e estiveram presentes representantes de alguns coletivos de estudantes da UFU, docentes, discentes, representantes da CPT, de comunidades ind√≠genas e tamb√©m uma grande comitiva do acampamento que veio com muito entusiasmo para esse momento hist√≥rico. Durante a inaugura√ß√£o foram ouvidos representantes dos diversos movimentos presentes e tamb√©m os pr√≥prios moradores, que deram depoimentos e nos contaram sobre suas lutas e seus sonhos.

Nosso gesto que seria feito apenas na jornada est√° se concretizando para ser feito tamb√©m como atividade semanal da Fraternidade. Pretendemos continuar at√© que conquistem a legaliza√ß√£o de suas moradias e se Deus quiser toda a estrutura necess√°ria como alimenta√ß√£o, sa√ļde e educa√ß√£o de qualidade.

Juliene Reis, Julie da Mata e Ricardo Mendonça
JUFRA de Uberl√Ęndia-MG

Coment√°rios

DESTAQUES

BLOGS


INSTAGRAM @JUFRADOBRASIL