JUFRA do Brasil na luta pelos Direitos Humanos





Logomarca oficial da JUFRA do Brasil



A Juventude Franciscana (JUFRA) do Brasil √© um movimento organizado em grupos de jovens inseridos no contexto s√≥cio-eclesial de comunidades e bairros de todas as regi√Ķes do Brasil. Para tanto, a JUFRA constitui-se juridicamente em associa√ß√£o civil de direito privado, de car√°ter e objetivos sociais, educacionais e religiosos, sem fins lucrativos e pol√≠tico-partid√°rios.


A JUFRA do Brasil organiza-se em grupos locais, chamados “Fraternidades”, como n√ļcleo b√°sico de viv√™ncia e atua√ß√£o, com jovens de 15 a 30 anos. Atualmente s√£o cerca de 3.000 jovens, atuando em 150 Fraternidades locais, sendo que 70% localizados no Norte-Nordeste, e agregados em 18 Regionais, correspondendo a 22 estados da Federa√ß√£o (MA, CE, PI, RN, PB, PE, AL, SE, BA, RJ, ES, MG, SP, PR, SC, RS, MT, MS, DF, GO, PA e AM).


A coordena√ß√£o da JUFRA, nos √Ęmbitos local, regional e nacional, √© exercida por um Secretariado, que re√ļne as fun√ß√Ķes b√°sicas de: Secret√°rio (coordenador geral); Forma√ß√£o; Finan√ßas; Comunica√ß√£o Social, Escritura√ß√£o e Arquivo; A√ß√£o Evangelizadora; Direitos Humanos, Justi√ßa, Paz e Integridade da Cria√ß√£o; Inf√Ęncia, Micro e Mini-Franciscanos; Anima√ß√£o Fraterna; e Assist√™ncia Espiritual.




JUFRA em atividade ecológica em Canindé-CE



Na atua√ß√£o s√≥cio-educacional, concentra seus esfor√ßos no desenvolvimento de atividades formativas e informativas, como a realiza√ß√£o de Encontros, Congressos, Simp√≥sios, Cursos e Oficinas, em √Ęmbito Local, Regional e Nacional, com √™nfase na forma√ß√£o humana, social e cidad√£. Neste sentido, as Fraternidades locais atuam no desenvolvimento de projetos sociais com tem√°ticas diversificadas, como a promo√ß√£o e defesa dos direitos humanos, com especial aten√ß√£o √† crian√ßa, ao/√† adolescente, √† juventude, √† conscientiza√ß√£o ambiental e sa√ļde coletiva. Estas atividades contam com parceria de outras entidades, organiza√ß√Ķes e movimentos juvenis e/ou mistos.



A JUFRA articula-se com entidades e grupos da sociedade civil organizada que comungam da defesa e promo√ß√£o dos Direitos Humanos, Econ√īmicos, Sociais, Culturais e Ambientais, contribuindo com o fortalecimento do trabalho dos movimentos sociais. Por isso, √© signat√°ria de Documentos como: Carta Compromisso sobre Pol√≠ticas Sociais (2010), Manifesto contra Mudan√ßas no C√≥digo Florestal (2011), Nota de Apoio √† Retirada das Tropas Brasileiras do Haiti (2011) e Carta √† Presidenta sobre Indica√ß√£o para o STF: Direitos Humanos, G√™nero e Transpar√™ncia como Crit√©rios da Pol√≠tica de Justi√ßa (2011).


Articula-se ainda com o Grito dos/as Exclu√≠dos/as Nacional e Continental, Assembleia Popular, Rede Jubileu Sul-Brasil, Movimento em Defesa dos Direitos Sociais, Servi√ßo Inter-Franciscano de Justi√ßa, Paz e Ecologia (SINFRAJUPE) e 5¬™ Semana Social Brasileira (promovida pelo Setor Pastoral Social-CNBB), al√©m da presen√ßa no lan√ßamento de relat√≥rios como “Direitos Humanos no Brasil-2010” e “Viol√™ncia contra os Povos Ind√≠genas no Brasil-2010”.




Cartaz da 1ª Jornada Franciscana Nacional
pelos Direitos Humanos, realizada em 2010



Nesse mesmo √Ęmbito, a atividade de maior relev√Ęncia e repercuss√£o foi a realiza√ß√£o descentralizada da 1¬™ Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos Humanos, em 2010. Durante os dias 01 e 10 de dezembro, Dia Universal dos Direitos Humanos, as Fraternidades locais realizaram atividades s√≥cio-educacionais, interna e externamente, trazendo √† tona a tem√°tica da Campanha da Fraternidade do referido ano, retomando a discuss√£o e atua√ß√£o na √°rea espec√≠fica. Com a frutuosa realiza√ß√£o da 1¬™ Jornada em nove estados da Federa√ß√£o, al√©m da repercuss√£o obtida na m√≠dia, inclusive nos sites da CNBB e R√°dio Vaticana, decidiu-se pela continuidade da Jornada, a ser realizada anualmente.

Um desafio permanente é a articulação entre jovens das Fraternidades locais e regionais numa atuação sócio-política conjunta e permanente destas, a partir da articulação em nível nacional que construa uma rede de formação e informação de multiplicação, através da troca de experiências, integração e conhecimento entre as diferentes realidades do Brasil, de forma a construir uma linguagem universal, mas que respeite as realidades regionais e locais.

Coment√°rios

DESTAQUES

BLOGS


INSTAGRAM @JUFRADOBRASIL