quarta-feira, 6 de março de 2019

SECRETARIA DE FORMAÇÃO LANÇA 16° CADERNO NACIONAL DE FORMAÇÃO


Amadas irmãs e Amados irmãos,
Que a Paz e o Bem estejam em vossos corações!
“A fraternidade é o lugar do encontro, de formação, de crescimento na fé e no espírito de amor e de 
serviço, pelo encontro e pela ajuda e experiência dos irmãos. Nela, cada um se esforça por compreender as 
necessidades dos outros e tornar próximo o Reino de Deus. (...) Fraternidade significa comunhão e participação 
do que se é e do que se tem. É receber e dar, assimilar e elaborar em um contínuo intercâmbio de vida que 
produz o crescimento e o desenvolvimento, o enriquecimento de cada um e de toda a comunidade, que se 
edifica na caridade.” (Ef 4,15) (PLACITELLI, apud ROSER)
Inspirados no exemplo do Jovem de Assis, envolvidos pela alegria da vida em fraternidade, em pleno 
Congresso Nacional, nestas terras tão marcantes e historicamente importantes no relacionamento 
JUFRA e OFS, publicamos mais uma Edição do nosso Caderno Nacional de Formação. Anápolis, 
durante esses dias, durante o CONJUFRA, acolhe a nossa amada Juventude Franciscana dos mais 
diversos cantos desse imenso país, para refletir, celebrar e decidir os novos percursos das águas da 
JUFRA do Brasil.
A entrevista do XVI Caderno é com nossa irmã, muito amada, Moema Miranda, OFS, que irá 
partilhar sobre a situação da Amazônia e explicar os motivos para o Sínodo, esse importante 
momento que nossa Igreja está construindo e vivenciando. Além disso, o Caderno traz uma reflexão 
sobre a Campanha da Fraternidade desse ano. Iremos refletir sobre o tema, relacionando-o com 
o nosso carisma.
Falando em carisma, fazemos uma leitura do momento difícil que vivemos. O ano de 2019 mal 
começou e já tivemos algumas tristezas no nosso país. Falaremos um pouco sobre mineração no texto 
“Quantas toneladas exportamos de ferro? Quantas lágrimas disfarçamos sem berro?”. O espaço da 
formação chega até às nossas fraternidades com os seguintes temas: Empatia Franciscana, O olhar 
atento de Francisco; Diversidade, pluralidade e marginalização, “O amor não é amado” e Diálogo 
Inter-religioso e Ecumênico: Uma Conversa para Combater a Intolerância. 
Tenho a firme certeza de que serão materiais valiosos nos nossos momentos formativos, nas 
nossas rodas de conversa. E ainda não acabou! Vamos ficar por dentro do documento final do 
Sínodo da Juventude, refletir sobre o diálogo que transmite a ternura de Deus, além dos espaços da 
Animação Fraterna com a reflexão sobre Diálogo entre as gerações, “Ó mestre, que eu procure mais 
compreender do que ser compreendido” e da Assistência, com a mensagem tão terna de ser menor 
e servir: Eis a nossa Missão! 
As duas prioridades do nosso triênio também fazem parte dessa riquíssima edição. A IMMF continua 
nos provocando para ações para que seja uma prioridade constante nas nossas fraternidades, nos 
diversos níveis. Finanças, com a mais nova publicação de um Manual exclusivo, conversa um pouco 
sobre o dom da partilha que é a contribuição fraterna. 
Por fim, o espaço mais lindo do nosso Caderno (BAIXE AQUI!): o encarte da IMMF, com o tema “Símbolos 
Franciscanos”. Rendemos louvores ao Altíssimo pelas inúmeras bênçãos na nossa caminhada e, 
motivados/as pelo tema do nosso Congresso, somos convidados a assumir com convicção o dom da 
profecia, assumir a nossa juventude enquanto forma de anunciar e denunciar. Somos convocados, à 
luz do carisma, a sermos autênticos seguidores de Francisco, Clara e Rosa na construção do mundo 
mais justo, humano e fraterno. Somos desafiados a sermos rios e fontes, que, por onde passam, 
fazem germinar a terra, fazem crescer a planta, sendo o alento de Deus a quem tem sede, de água 
e de justiça.

Juliana Caroline Gonçalves Almeida
Secretária Nacional de Formação 
(2016-2019)
“Vamos começar a servir a Deus, meus irmãos/ãs, porque até agora fizemos pouco ou nada” (1Cel 103, 3)

O que achou?

0 comentários: