sexta-feira, 30 de março de 2018

58 JOVENS SÃO ADMITIDOS À JUFRA NO REGIONAL NORTE 2




Relatar cada momento vivido nesse chão sagrado é nosso dever. É registro. É missão.  Missão essa abraçada pelo secretariado regional e nacional da JUFRA ao ir ao encontro da experiência franciscana que surge e já é sentida no município de Breu-Branco/PA.
Duda (Secretária Regional NO 2), Washington Lima (Secretário Nacional da JUFRA) e Maria Aparecida ( Animadora Nacional da JUFRA) formaram a delegação que realizou a visita.
Na sexta-feira, dia 23 de Março de 2018, os representantes da JUFRA e OFS chegavam à cidade. Acolhidos pela irmã Madalena, descansaram para vivenciar um dia de muita partilha e aprendizado.
No sábado pela manhã foi possível conhecer 10 fraternidades iniciantes que já começam a vivenciar a experiência de vida fraterna. No total são 12 fraternidades de jovens apoiados por irmãos e irmãs que iniciam uma caminhada na Ordem Franciscana Secular.
Entendendo o contexto
O município de Breu Branco/PA fica a 420 km de Belém. Após a iniciativa do irmão Roberto sementes do carisma começam a ser lançadas nessa região. Desde 2016 iniciam os trabalhos, reuniões, encontros, conversas e algumas visitas da equipe regional da OFS e JUFRA. Os adultos são acompanhados pelo regional da OFS, mais especificamente pela irmã Ailda da fraternidade Frei Damião de Bozano de Tucuruí.
Com o congresso regional que elegeu a irmã Duda e em comunhão com o desejo de visita por parte do secretariado nacional, foi organizada uma visita a fim de fortalecer o contato com os irmãos e irmãs, bem como, realizar a celebração de admissão dos jovens à JUFRA. Acontece que a caminhada de cada fraternidade iniciou em  períodos diferentes, sendo pra tanto necessário formalizar essa caminhada inicial que em breve tende a ser oficializada.
A experiência franciscana nessas terras é um grande sinal de Deus. Trata-se de uma realidade de vida rural, cujo contexto eclesial particular exige organização comunitária e protagonismo dos leigos e leigas. Realidade inserida na Amazônia, com toda beleza, mas também necessidades.  Apresentar a espiritualidade como espaço de amadurecimento de fé, esperança e vida comunitária é importante.



 Washington Lima, JUFRA/OFS
Secretário Nacional da JUFRA do Brasil











O que achou?

0 comentários: