sábado, 25 de novembro de 2017

JUFRA E CONFERÊNCIA DA FAMÍLIA FRANCISCANA DO BRASIL LANÇAM 8ª JORNADA FRANCISCANA NACIONAL PELOS DIREITOS HUMANOS

Queridas irmãs, queridos irmãos,
paz e bem!

A nossa Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos humanos chega à sua oitava edição. Com o tema “Água e Direitos” e lema “Louvado Sejas, meu Senhor, pela irmã Água”, nos empenharemos em um processo de reflexão e ação em defesa da água como bem comum, contra sua privatização, buscando viver nossa missão profética na defesa da vida em todas as suas dimensões.

Neste ano, a Jornada será assumida por toda a Família Franciscana do Brasil. Durante o Capitulo da Esteiras realizado pela Conferência da Família Franciscana do Brasil, franciscanas e franciscanos assumiram a JFNDH como compromisso de trabalho. “Dessa cidade de Aparecida, Nossa Senhora, Padroeira do Brasil, resgatada das águas de um rio, hoje poluído e degradado, nos faz eleger dentre os diversos apelos um compromisso particular com a Irmã Água. Deste modo, nos empenharemos na construção de um processo de reflexão e ação em defesa da água como bem comum, que se dará através da participação da família em jornadas, fóruns e nas iniciativas de fortalecimento dos trabalhos ligados à promoção da Justiça e da Integridade da Criação” (Carta de Aparecida).

Resoluções das Nações Unidas reconhecem que a água é um direito fundamental. Não há vida sem água e ela é um bem comum que deve ser compartilhado entre toda a humanidade e os seres vivos. Segundo o Papa Francisco, “Enquanto a qualidade da água disponível piora constantemente, em alguns lugares cresce a tendência para se privatizar este recurso escasso, tornando-se uma mercadoria sujeita às leis do mercado. Na realidade, o acesso à água potável e segura é um direito humano essencial, fundamental e universal, porque determina a sobrevivência das pessoas e, portanto, é condição para o exercício dos outros direitos humanos.

Nesse grave contexto, inspirados pelo Francisco de Assis e o Francisco de Roma, assumimos o nosso carisma franciscano na defesa da nossa casa comum, contra a mercantilização da água e a transformação desse direito em um recurso inalcançável para muitas populações, principalmente as mais pobres e marginalizadas. Que esta jornada fortifique nossas fraternidades e comunidades no cuidado e na defesa da água, que os diversos ramos de nossa família franciscana se unam com outras organizações e movimentos religiosos e não-religiosos, para garantir que a água continue sendo, de fato, fonte abundante de vida, direito humano e da natureza.

Fraternalmente,

Frei Éderson Queiroz
Presidente da Conferência da Família Franciscana do Brasil
Washington Lima
Secretário Fraterno Nacional da Jufra do Brasil
Igor Bastos

Secretário Nacional de DHJUPIC da Jufra do Brasil

Para baixar os materiais, clique aqui.
O que achou?

0 comentários: