domingo, 5 de março de 2017

ENCONTRO DAS ÁREAS NORDESTE A E B ACONTECE EM SÃO LUÍS-MA


Nos dias 25 a 28 de fevereiro de 2017, aconteceu o 23° Encontro das Áreas Nordeste A e B da JUFRA do Brasil em São Luís do Maranhão, tendo como tema: ‘Faz escuro. Mas, eu alegre canto’ e o lema: ‘E o mundo vai ver uma flor brotar do impossível chão’. No sábado, primeiro dia do encontro, acolhemos os irmãos que vieram das diversas localidades do nordeste brasileiro, tivemos a oração de abertura realizada pelo regional anfitrião e logo em seguida houve a exposição dos murais dos regionais, mostrando seus avanços, dificuldades e perspectivas, bem como podemos ver seus momentos registrados em fotos. À noite tivemos o convívio fraterno, realizado pela área nordeste A, destacamos aqui as danças e culturas do Maranhão, que foi a atração principal desse momento.
No domingo começamos celebrando a Eucaristia, ápice de nossa fé, presidida pelo Ministro Provincial da Província Nossa Senhora da Assunção – MA/PI da Ordem dos Frades Menores (OFM), frei Bernardo de Souza Brandão Neto. Ainda na manhã houve a apresentação das prioridades do triênio da JUFRA do Brasil, realizada pelos Secretários das Áreas A e B, Jéssica Lima e Douglas Soares respectivamente e discutidas nas áreas de como trabalhar nas fraternidades locais e regionais.
Após o almoço, houve a Roda Vida com o serviço da Infância, Micro e Mini Franciscanos – IMMF (uma das prioridades da JUFRA do Brasil), tendo a irmã Rebecca Nascimento (Ex Secretária Nacional de IMMF – Triênio 2013-2016) como facilitadora desse momento. Ela nos apresentou como se encontra esse serviço em nossa fraternidade nacional e através da dinâmica da ‘caixa preta’ respondeu os questionamentos dos irmãos presentes. Logo em seguida houve o tema e o lema do encontro, tendo como facilitadores os irmãos Washington Lima (Secretário Fraterno Nacional) e Frei Alleanderson Brito da Silva, OFM (Assistente Espiritual do Regional CE/PI). Depates importantes marcaram o encontro diante das diversas realidades, na busca por uma formação mais madura e consciente dos nossos jovens. Saímos com a certeza de que temos muito chão pela frente, e que do impossível chão é possível brotar a esperança, a construção do Reino de Deus.
A noite, tivemos o convívio fraterno, dessa vez a área nordeste B ficou a frente desse momento, levando muito frevo, axé e forró para Ilha do Amor.
Na segunda-feira (27), após a oração e o café da manhã, tivemos um passeio turístico, conhecendo um pouco do centro histórico da capital maranhense, momento esse de cultura e de mais entrosamento dos irmãos.
Vale pontuar o repasse da irmã Hannah Jook, formadora regional NE A2, sobre a experiencia missionaria na Amazonia a qual participou como representante da Jufra do Brssil. Após o almoço ocorreu à reunião por áreas, onde destacamos alguns pontos que devem ser trabalhados pela JUFRA do nordeste. Logo em seguida houve a pausa para o lanche e fomos a beira-mar, contemplar um pouco dessa criação de Deus. Após houve a celebração do lucernário, onde podemos meditar sobre o simbolismo da luz, que é Cristo. Em seguida houve a pausa para o jantar e o convívio fraterno.
Na terça, último dia do encontro, começamos celebrando a Eucaristia, presidida pelo frei Paulo, OFMConv, logo após houve o café da manhã e nos dirigimos para a plenária para fazermos os agradecimentos devidos a todos que indiretamente e diretamente contribuíram para o bom êxito do encontro, finalizamos agradecendo a Deus, Ele que nos deu essa grandiosa graça. Após houve a avaliação do encontro, onde cada irmão colocou seus pontos positivos e negativos e foi feita a escolha do regional anfitrião para a 24° edição do encontro das áreas em 2020, que por unanimidade ficou o regional Bahia Sul – B4. Finalizando o encontro, os frades das diversas obediências nos deram a benção do envio e houve o almoço de encerramento.
Agradecemos a Deus por tudo, nos vemos em 2020, no sul da Bahia!

Jéssica Lima
Secretária Nacional para Área Nordeste A da JUFRA do Brasil
Douglas Soares

Secretário Nacional para Área Nordeste B da JUFRA do Brasil



O que achou?

0 comentários: