quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

MENSAGEM DE NATAL DA JUFRA DO BRASIL

“Preste atenção no princípio do espelho:
a pobreza daquele que, envolto em panos, foi posto no presépio!
                      Admirável humildade! Estupenda pobreza! O Rei dos anjos repousa numa manjedoura.
(Santa Clara, 4ª Carta a Inês de Praga, 19-21)



A todos os irmãos e irmãs da JUFRA do Brasil,
Aos/Às Assistentes Espirituais Regionais e Locais,
A todos os membros da Família Franciscana,

Saudações de paz e bem!

                             Mais um ano se passou e, com ele, vamos percebendo que, em meio a tantas atividades assumidas e vivenciadas, começamos novos projetos, abrimo-nos a novas experiências, continuamos a nossa missão,... Enfim, tantos desafios, algumas quedas, muitas conquistas, pequenos gestos, grandes aprendizados,...  Em meio a tudo isso nos damos conta que pode brotar em nosso coração a dúvida sobre termos ou não correspondido aos apelos de Deus em nossa caminhada franciscana e, então, nos perguntarmos: ‘temos assumido em ações verdadeiramente concretas, fraternas e comprometidas, a nossa resposta a esse contínuo chamado que Deus nos faz?’
                Diante deste questionamento, só nos restaria depositarmos nossas repostas com muita sinceridade, no coração de Deus, e, mais uma vez, nos lançarmos confiantemente no seu desejo de concretizar o Seu Projeto de amor na história humana.  Pois assim Ele fez, há pouco mais de dois mil anos: depositou no coração da humanidade, envolto em panos numa manjedoura, a mais alta concretização do Seu plano salvífico: o Seu amor Encarnado, o Verbo feito Homem!

                Quando o Povo de Israel estava sedento de uma vida nova, liberta de toda escravidão, e cansado e confuso por tantas conquistas e vitórias, mas também acompanhadas de tantas quedas e decepções, Deus quis mostrar-lhe a semente de Sua mais alta esperança, e implantou esta semente no seio de Seu Povo! E assim, o Sol da justiça brilhou como luz em meio às trevas!  O povo enxugou o seu pranto, renovou as suas esperanças, não mais desanimou com o que tinha deixado a desejar. Olhou adiante e viu o quanto ainda tinha que caminhar e lutar.
                Então, o Povo de Deus se alimentou dessa esperança semeada.

                Hoje, também nós queremos nos alimentar desta esperança, semeada um dia no coração de Israel, semeada continuamente na história humana e ainda hoje no coração de cada um(a) de nós. É justamente isto o que desejamos a todos vocês, caros irmãos e irmãs jufristas: que essa esperança seja semeada, sempre! Que ela nos revigore e nos fortaleça para ousarmos o diferente neste próximo ano que se iniciará; que ela ilumine a caminhada de cada uma de nossas fraternidades, dando-lhes novo e renovado vigor que alimente em nós um profundo desejo de sempre ousar.
                Assim, não desanimemos diante do que não pudemos realizar ou diante do que não realizamos como queríamos; as nossas conquistas não valeriam a pena se não fosse o nosso desejo de tentar e arriscar!
                Desejamos de coração que, ao celebrarmos este Natal, possamos contemplar como Francisco tão bem contemplou o menino-Deus que veio ao nosso encontro e sorriu para nós, prova de um Deus que quer caminhar conosco, prova de Sua presença sempre reconfortadora e portadora de esperança, diante do novo que sempre está por vir.

                Seja este Ano da Misericórdia uma oportunidade ímpar para aprofundarmos os laços de fraternidade e de serviço que nos unem na vivência de nosso ideal franciscano de vida! E que a mística da paz e o amor infinito ao Deus humanado, que brotaram do coração de Francisco e de Clara, brotem do coração de vocês também. Que o Senhor lhes abençoe nesta caminhada de busca e renovação.
                Que o Senhor lhes dê a paz!



Fraternalmente,
Em nome de todo o nosso Secretariado Fraterno Nacional,




Mayara Ingrid Sousa Lima, OFS/JUFRA                    
Secretária Fraterna Nacional da JUFRA do Brasil                     



Frei Wellington Buarque de Souza, OFM
Assistente Espiritual Nacional






São Luís/MA e Fortaleza/CE, 24 de dezembro de 2015.
Nas Festividades do Natal de Nosso Senhor.
O que achou?

0 comentários: