sexta-feira, 15 de maio de 2015

JUFRA DO BRASIL REALIZA EM SALVADOR MAIS UMA ESCOLA DE FORMAÇÃO EM AE E DHJUPIC


Tendo como iluminação bíblica: “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mc 6,37), representantes das Fraternidades da Área Nordeste B (Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia) da Juventude Franciscana reuniram-se em Salvador, no Convento São Francisco, para realizar a Escola de Formação em Ação Evangelizadora (AE) e Direitos Humanos, Justiça, Paz e Integridade da Criação (DHJUPIC) durante 3 dias de muita análise, reflexão e partilha.


A Escola aconteceu entre os dias 1 e 3 de maio e contou com a participação de 25 Jufristas da Área, além da participação dos Frades do Convento São Francisco, em especial Frei Dennys, OFM e Frei Elias, OFM, Ruben Siqueira (Filósofo e Pedagogo) que assessorou com uma análise de conjuntura Eclesial e Social, e também os assessores internos Mayara Ingrid e Washington Lima.


O Escola iniciou na sexta à noite com a Mística de Abertura conduzida por Frei Dennys, OFM, seguida do repasse das normas da casa. Após o café da manhã do sábado aconteceu a análise de conjuntura Eclesial e Social assessorada por Rubem Siqueira. Na parte da tarde seguiu-se com o momento onde se caminhou pela história dos Serviços de AE e DHJUPIC, posteriormente em grupos os jufristas foram conduzidos a refletir e construir sobres os eixos que compõe cada serviço. O dia foi encerrado com um animado e divertido Convívio Fraterno. No domingo as atividades começaram com a Celebração Eucarística, realizada na belíssima Igreja de São Francisco, após seguiu-se para o café da manhã e para finalizar o encontro os irmãos puderam expor suas ideias e sugestões sobre os serviços de AE e DHJUPIC, que foram discutidos em subgrupos. Os momentos sobre AE foram assessorados pelo irmão Washington Lima e os de DHJUPIC pela irmã Mayara Ingrid.



Finalizamos a Escola com a mística de encerramento, no convite pessoal ao repasse de tudo que foi partilhado. Ao som da música canta Francisco recolhemos os formulários e ideias dos participantes afim de podermos somar na construção do Seminário Nacional, finalizando nosso pedido por uma Juventude que vai e alimenta os famintos.


O que achou?

0 comentários: