segunda-feira, 14 de abril de 2014

SEMANA SANTA


A Semana Santa é uma semana como as outras, com os mesmos dias e horas. Porém, é santa porque, nela, recordamos os últimos momentos da vida de Jesus, desde sua entrada em Jerusalém até a Paixão, Morte, Sepultura e Ressurreição.  Foram dias tensos, onde Cristo passou por dores físicas (prisão, açoites, morte sangrenta) e, também, por ofensas que atingiram seu coração (traição e abandono, humilhação e provocações, falsos testemunhos e condenação de um inocente). Durante todo este processo, manteve uma postura equilibrada e, em momento algum, se alterou; ao contrário, com serenidade e segurança disse o que devia ser dito, ou ficava em silêncio porque, muitas vezes, este é mais eloquente que as palavras; comunicava-se, então, com gestos e olhares de um coração amoroso, cheio de misericórdia e perdão. Por isso “Deus o ressuscitou e o constituiu Cristo e Senhor” (At 2, 32.36).

Como e onde começou a Semana Santa?! Por que tanto sofrimento e jejum?!

Numa ocasião, Jesus foi questionado: por que os fariseus e os discípulos de João Batista jejuam e os apóstolos, não?! Em resposta, disse que os convidados de um casamento não podem ficar de luto, enquanto o noivo está com eles; quando este for tirado, então, jejuarão (cf. Mt 9,14-15). Diante disso, os discípulos reuniam-se na sexta-feira e sábado, em rigoroso jejum, lembrando o sofrimento e morte do Salvador. Logo depois, começou a fazer parte, deste jejum, a quarta-feira, dia em que as lideranças judaicas decidiram matar Jesus (cf. Mc 14,1-2), e a entrada em Jerusalém, montado num jumento (cf. Lc 19,29-39). Mais tarde, uns 400 a 450 anos depois, esta semana começou a semser chamada de Semana Santa, com mais dois desdobramentos: um tempo anterior, chamado de Quaresma (40 dias), e outro posterior, tempo pascal até Pentecostes (50 dias).

Duas “curiosidades” sobre a Semana Santa: por que se come peixe na Sexta-Feira e por que é sempre lua cheia?!

Sobre o comer peixe, há várias opiniões. Uns dizem que é tradição inventada por homens; outros, porque o peixe tem sangue frio; outros, ainda, afirmam que a Igreja quis favorecer os pescadores, na venda de seu pescado; enfim, há estudiosos que veem, na escrita da palavra grega “peixe”, o acróstico “Jesus Cristo, Filho de Deus, é o Salvador”.

Para entender a curiosidade da lua cheia, precisamos estar cientes que a Bíblia relata a caminhada de fé do Povo de Israel, cujo país está localizado no Hemisfério Norte. Ali, o inverno é muito rigoroso, com geadas e neve. A natureza fica como que morta e sem vida. Porém, quando rompe a primavera, tudo se renova. Assim, também, foi a morte de Cristo: tudo parecia estar acabado, mas a Ressurreição trouxe vida nova. Por isso, a festa da Páscoa sempre acontece na primeira lua cheia depois do início da primavera. Ela lembra que o amor de Deus é total, não em partes ou pela metade. “Prova de amor maior não há, do que doar a vida pelo irmão” (Jo 15,13).

Por fim, com nosso pensamento voltado para o Cristo sofredor e ressuscitado, façamos desta semana uma Semana Santa e, não, um simples feriado.


Fonte: http://www.franciscanos.org.br
O que achou?

0 comentários: