terça-feira, 1 de abril de 2014

JUFRA NO I ENCONTRO NACIONAL DE LÍDERES JOVENS DE CONGREGAÇÕES


         A Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ), desde seu nascimento em 2011, tem promovido encontros relacionados à juventude na Igreja do Brasil. A JUFRA não quer está de fora da conjuntura que os jovens católicos do Brasil vivem. Nesse contexto, no ultimo final de semana entre os dias 28 e 30, estivemos representados no I encontro nacional de líderes jovens de congregações por : Mayara Ingrid (secretária Nacional da JUFRA do Brasil), Washington Lima (Subsecretário Nacional de Ação evangelizadora), Frei Wellington Buarque - OFM (Assistente espiritual Nacional da JUFRA do Brasil) e Raphael Taboada - OFS (Animador Fraterno Nacional da JUFRA do Brasil).
          A Juventude católica do Brasil constrói nesse tempo da igreja e da sociedade novos métodos e estruturas que venham atender a seus anseios, com a ideia geral de ser uma juventude protagonista da sua própria  história. De fato, foram dias de grande crescimento e partilha.


    
          O tema: “Juventudes e Fé: Construtores da Tenda de Carismas” nos proporcionou aprofundamento da fé a partir do nosso próprio Carisma. Foi belíssimo ver que nossa Juventude é fermento nessa realidade, sentir que nossas quatro décadas de história nos proporcionam partilhas incríveis, formamos junto aos diversos carismas uma família Cristã de raízes profundas.
         

                 Estar ali foi mergulhar na história e sentir na pele que aquela escolha diversa e cheia de significados de Cristo por seus doze apóstolos continua a ser feita, são jovens diversos mas com a mesma inspiração bíblica.                
                  Um momento importante no encontro foi a possibilidade de mostrarmos nosso rosto franciscano:

       
              Após palestras, momentos de espiritualidade e convívio, retornamos com a certeza de que podemos construir juntos uma melhor realidade para nossa juventude, a partir do pressuposto que: Só existe a possibilidade de entender e traçar metas para a juventude,com e por essa mesma juventude que vive na experiência concreta seu fenômeno . Paz e bem!
O que achou?

0 comentários: