quarta-feira, 13 de novembro de 2013

JUFRA do Brasil lança IV Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos Humanos


A Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos Humanos chega na sua quarta realização. Neste ano, a partir da Campanha da Fraternidade (CF) 2013 e da caminhada dos últimos anos da Subsecretaria Nacional de Direitos Humanos, Justiça, Paz e Integridade da Criação, será trabalhado o 

Tema: Mineração e Direitos;

Lema: Missão, Fraternidade e Vida.
Não parece, mas o Brasil se transformou no maior país extrativista da América do Sul e um dos maiores do mundo. O “extrativismo” é a apropriação de enormes volumes de recursos naturais, por formas intensivas e que, em sua maior parte, são exportados como matérias primas aos mercados globais. A questão da mineração, do extrativismo atinge os povos indígenas, os quilombolas, as comunidades tradicionais, agricultores, e é a base que permite o consumismo predatório e a concentração dos bens comuns da natureza. Hoje, é o símbolo mais forte de luta que se está travando, por um mundo mais justo e fraterno.
Para isto, elaboramos juntamente com Ibase, Afes e Sinfrajupe, uma cartilha para ajudar na reflexão, que será disponibilizada na internet e enviada a cada fraternidade. Esta cartilha é composta de quatro encontros: 1: Mineração;
2: Direitos; 3: Pós extrativismo; 4: Fraternidade e Vida; e de uma proposta concreta que detalharemos posteriormente.
Além disso, teremos uma página em nosso blog com canal de vídeos e publicações para podermos aprofundar ainda mais nesta temática.

Tendo presente a CF 2013, que conclamou a Igreja a: “Acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção de uma sociedade fraterna fundamentada na cultura da vida, da justiça e da paz”, vamos nesta IV Jornada aprofundar nossas ações, comungando com a agenda da sociedade brasileira, movimentos sociais, pastorais e CNBB, na luta contra as injustiças deste modelo depredador. Contamos com a participação de todos vocês! Sejamos Jovens atuantes, inseridos nas questões da sociedade, promovendo a cultura do encontro, da paz e do bem.
O que achou?

0 comentários: