sábado, 19 de outubro de 2013

JUFRA realiza atividades com moradores de rua na Capital do RS


Há algumas semanas, através da iniciativa de alguns jovens e frades participantes da fraternidade JUFRA Santo Antônio, jovens da JUFRA de Porto Alegre têm desenvolvido ações junto aos moradores de rua. Acompanhe a notícia:

 "Uma iniciativa simples que está tomando uma dimensão de pastoral importante. Assim pode ser definido o trabalho da Juventude Franciscana da Paróquia Santo Antônio do Partenon (JUFRA). Todas as sextas-feiras o grupo de jovens acompanhado de vários freis sai pelas avenidas da capital para uma jornada de contatos e partilha com os moradores de rua. A aproximação começa com a partilha da alimento, pão e as canções. A atividade avança na medida da frequência dos contatos e da confiança estabelecida entre os jovens e os moradores de rua. A atividade é compartilhada com as Irmãs da Arca de Maria, um instituto religioso criado para atender a esse público.
      Um dos coordenadores do trabalho, Frei Alisson Brunetto, salienta que este gesto pode parecer focado somente na assistência social, mas que aos poucos apresenta valores cristãos. Uma das constatações feita pelo grupo é a existência de uma grande solidariedade entre os moradores de rua. “A partilha e a entre ajuda é muito forte entre eles”. Ele revela que é comum encontrar a bíblia entre os seus.  “A realidade desses irmãos é muito dura. A dependência química é muito frequente”. Mas, muitos encontram felicidade e satisfação nesse modo de vida. Um dos moradores que vive na Praça da Matriz testemunhou: "A catedral (de Porto Alegre) e a praça, são nossas mães, porque, são elas que nos abrigam. E não precisa de mais nada." 
       Brunetto explica que esta é uma atividade que parece ser insuficiente se comparada a necessidade dos moradores de ruas. No entanto, a reação positiva dos beneficiários é sinal da necessidade desse contato e desse gesto de proximidade."
http://www.paroquiasantoantoniodopartenon.org/index.php/noticias/570-participantes-da-jufra-desenvovlem-acao-de-rua







O que achou?

0 comentários: