segunda-feira, 10 de junho de 2013

Secretária Fraterna Nacional fala sobre protagonismo Juvenil na noite cultural do Instituto Teológico Franciscano

 
Nesse ano em que a Igreja do Brasil tem refletido sobre a Juventude tanto na campanha da fraternidade quanto em preparação da Jornada Mundial da Juventude o Instituto Teológico Franciscano preparou sua noite cultural a fim de discutir o Protagonismo Juvenil na Igreja e na Sociedade. Foi com muita alegria que recebemos o convite de apresentar essa temática, a partir de nossa visão como Jovens Franciscanos.

Refletir sobre o protagonismo da juventude é antes de tudo compreender melhor o que caracteriza nossas Juventudes na atualidade, quais suas realidades e desafios. E especialmente, apresentar nossas ações concretas, nossa maneira de ver a Igreja e a Sociedade.

Uma forma de mostrar a profundidade desse importante momento de reflexão é ler e meditar esse poema feito por uma jovem protagonista que estava presente na noite cultural e transcreveu nossos sentimentos e desejos.

Nossos agradecimentos ao ITF e a todos os que acreditam e juntos conosco tão voz e vez as nossas juventudes.
Entrevista para o programa sintonia franciscana

Desafios da juventude
Fase de tanta inquietude
Desafios plenos
Nada é de menos
Sociedade e igreja
Questões de grandes dimensões oferecidas numa bandeja
E o banquete está armado
Mas a juventude quer mais do que um prato preparado
Ela quer dar um sabor pessoal
Colocar uma pimenta especial
Quer aquecer os paladares e os corações
Quer entoar diversas e provocantes canções
O grito já não cabe mais na garganta
Pedir silêncio já não adianta
É dentro do peito dessa juventude violentada
Que está a mais bela arma apontada
A arma contida na criatividade
Revelada na diversidade
Que cara tem o Cristo?
Senão um rosto misto
Cristo é preto, é branco, é oriental, é ocidental
Cristo é normal e também tem Síndrome de Down
Cristo é homem, é mulher, é gay, é velho e é criança
Cristo é a juventude repleta de esperança
Cristo está no bem e também em quem carrega o mal
Cristo está no santo e também no marginal
Sobretudo, Cristo é marginalizado
O Amor ainda não é Amado
A juventude reflete essa riquíssima raça humana
Que é santa e também profana
Mas esse reflexo tão colorido e tão provocante
Quer dentro do templo se fazer atuante
O Caminho, a Verdade e a Vida
Não pode ser esquecido num atalho de paisagem perdida
Ele precisa ser sentido tanto no ritmo do clássico, acadêmico e erudito
Quanto no ritmo do funkeiro, despojado e maldito
A juventude precisa ter acesso livre ao altar
Para dignificar a sociedade onde deve atuar
Pecado não é ser assim ou assado
Pecado é não permitir que o Amor seja Amado
É Cristo quem grita no grito da juventude
E esse grito quer alcançar a plenitude!
(Viviane Gonçalves Noel)




Na mesma ocasião tivemos a oportunidade de encontrar Frei Alberto Beckhauser, que foi Assistente Nacional da OFS por 20 anos, um momento histórico muito importante para relembrar um pouco da história da Juventude Franciscana, e sua grande contribuição pra construção dos Diretório das Mútuas Relações OFS e JUFRA... Momentos de motivação e entusiasmo!!!
O que achou?

0 comentários: