terça-feira, 14 de maio de 2013

15º Encontro Nacional de Articuladores do Grito das/os Excluídas/os

 Entre os dias 26 a 28 de abril de 2013, estiveram reunidos na Casa do Apostolado Salvatoriano, Jabaquara/SP, representantes de vários Estados do Brasil. Diversas pastorais, sindicatos e movimentos sociais e religiosos para o 15º Encontro Nacional de Articuladores do Grito das/os Excluídas/os. A Juventude Franciscana esteve representada pela Maria Aparecida Brito, Subsecretária Nacional de Finanças, da fraternidade Jufra das Chagas de São Paulo.

Este é um encontro que tem o objetivo de animar, discutir e articular a reta final de preparação para o 19° Grito dos Excluídos(as) que ocorrerá no dia 7 de setembro, em várias regiões do país. Este ano tendo o tema “Juventude que ousa lutar constrói projeto popular”.
Durante o encontro, os participantes puderam estudar temas como a juventude e a exclusão, além de refletir sobre a realidade que afeta os jovens em uma perspectiva nacional, latino-americana e internacional. A participação dos jovens presentes contribuíram de forma colaborativa com idéias de mobilização e materiais para a realização do Grito, que serão disponibilizados aos regionais de todo o Brasil. No dia 26 foi dado um olhar a realidade brasileira e com assessoria do professor Miguel Borba de Sá - do Jubileu Sul Brasil, e das professoras Bervely Kenne, Sandra Quintela e Marta Flores - do Jubileu Sul Américas, os participantes foram divididos em grupos para Análise da Conjuntura Iternacional, Latino-americano, Brasil e Eclesial. No dia 27, a assessora da Cáritas Alessandra Miranda, contribuiu junto aos convidados professores Douglas Belchior - da Uneafro, Marcelo Neves - da Pastoral da Juventude e Lucio Centino - do Levante Popular da Juventude. Tendo o trabalho em grupos de estudos sobre o tema “Juventude e Exclusão”. No dia 28 foram socializadas várias contribuições (experiências já realizadas e novas sugestões), para a realização do Grito dos Excluídos 2013, que será celebrado no dia 7 de setembro.
Com tudo isso, fica para nós o desafio de animar aos/as  irmãos/ãs para a participação efetiva nesse 19° Grito dos Excluídos(as)  pautando os temas como a violência e extermínio de jovens; a redução da maioridade penal; a criminalização e o encarceramento da juventude; a educação nos seus mais diferentes segmentos (básica, ensino médio, técnica, superior…), as Políticas Públicas para a juventude; o mundo do trabalho; o consumismo e capitalismo, entre outros. Destacando, o próprio tema "Juventude que ousa lutar constrói projeto popular”.
O que achou?

0 comentários: