terça-feira, 26 de março de 2013

Delegação Internacional Franciscana no Fórum Social Mundial 2013 - Tunísia


Está presente, em Túnis, na Tunísia, uma delegação franciscana, para participar do Fórum Social Mundial 2013. A delegação tem um compromisso de se envolver particularmente nas atividades ligadas às questões dos impactos da mineração, na luta contra a economia verde e na busca do "Bem Viver", Mãe Terra e tudo que diz respeito a um novo estilo de vida. Esses foram eixos de luta e trabalho, que forma assumidos por franciscanos e franciscanas, na Cúpula dos Povos, durante a Ri+20, em 2012, no Rio de Janeiro.


O Fórum Social Mundial da Tunísia, deu-se iniciou hoje (26) e vai até o dia 30 de março. Terá eventos múltiplos: marchas, protestos, iniciativas de solidariedade, workshops, conferencia, seminários, reuniões e, claro manifestações culturais. No dia de hoje - Assembleia das Mulheres, na parte da manhã e às 16 horas a Marcha de Abertura do Fórum. Os dias 27, 28 e 29 de Março (manhã e tarde) serão dedicados a atividades auto-gestionadas. Estas atividades permitirão visualizar os temas abordados, compartilhados e aprofundados pelas organizações.

O formato das atividades é livre e diversificado, a partir de palestras até peças de teatro, através de debates, testemunhos, etc. Essas atividades serão realizadas em sessões de 2h30min. ou mais sessões.



O dia de 27 de Março será a oportunidade de discutir os processos revolucionários, revoltas, insurreições, guerras civis e protestos que abalaram o sistema político no Magrebe e Machereque. Essa questão será focada perspectiva da justiça social: a democracia, a justiça social, emprego, contra a corrupção, contra dilapidação de bens públicos, para o acesso à saúde e à educação, pela liberdade, pela dignidade e cidadania ... é um tempo reflexão sobre o futuro destes processos revolucionários e dos ações que abalaram a região e o mundo, será um apelo global para construir um outro mundo.



No dia 29 de março (na parte da tarde) e no dia 30 de março, será realizadas as assembleias de convergência de várias reuniões e temas. Totalmente  auto-organizadas, pelas redes, movimentos e organizações presentes, essas assembleias buscarão "ação comum", ou seja, momentos em que as organizações, redes e movimentos juntas proporão convergências  ou reforçaram a ações para construir esse outro mundo que queremos. Todos os tipos de ação podem ser considerados como uma base de trabalho destas convergências, que deve facilitar as ligações entre as diferentes redes e movimentos.

A partilha das propostas de ação dessas reuniões acontecerão durante a cerimônia de encerramento em 30 de março no período da tarde.

Fonte: http://www.falachico.org/
O que achou?

0 comentários: