quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Pastoral da Juventude (PJ) inicia celebração de 40 anos


“O que a memória amou, ficou eterno” (Adélia Prado)

Diante do caminho já trilhado, das opções feitas ao longo da existência da Pastoral da Juventude, do momento vivido pela Igreja do Brasil e da oportunidade de celebrar uma data tão significativa: o jubileu de 40 anos da PJ no Brasil! A Coordenação Nacional da PJ, juntamente com a sua Comissão Nacional de Assessores acredita e propõe a celebração dos 40 anos das primeiras articulações da Pastoral da Juventude no Brasil.

As comemorações contarão com iniciativas, atividades e ações que desencadearão processos significativos na vida e na caminhada dos jovens organizados como PJ e tantos outros que poderão fazer parte desta bela festa de vidas, histórias e comunhão.

A celebração proposta tem como objetivo fortalecer o processo de evangelização juvenil protagonizado pelos grupos de jovens organizados em todo o Brasil por meio da celebração dos 40 anos da PJ. Deseja, ainda, celebrar nos mais diversos espaços e âmbitos os 40 anos das primeiras articulações da PJ no Brasil; retomar e potencializar os processos construídos pela PJ ao longo da história, ressignificando-os a partir do contexto atual; e fortalecer a identidade e caminhada da Pastoral da Juventude.

Caminho a ser percorrido
A proposta da Coordenação Nacional da PJ é que o caminho de celebração aconteça durante o período de março de 2013 a janeiro de 2104 e perpasse alguns processos e atividades que acontecerão no Brasil.

De forma intensa, permeará a celebração dos 40 anos da PJ o processo de estudo do subsídio “Somos Igreja Jovem: nosso jeito de ser e fazer”, lançado em janeiro de 2012, durante o Encontro Nacional da PJ, ocorrido em Maringá/PR. Este processo de estudo da publicação, visa, sobretudo, aprofundar a proposta da PJ nos mais diversos âmbitos e especificidades, envolvendo um número significativo de pessoas de forma participativa e colaborativa.

A Coordenação Nacional e Comissão Nacional de Assessores da PJ organizarão, ao longo ano, algumas atividades e ações em âmbito nacional, como por exemplo: Criação de selo comemorativo e peças de comunicação; festival de música, arte e poesia; produção de cds com as músicas mais cantadas pela juventude Pjoteira, principais hinos das atividades, novas músicas; publicações de materiais com artigos sobre a caminhada da PJ no Brasil; documentário sobre a caminhada da PJ no Brasil; e seminários e/ou encontros dos projetos nacionais. Também serão organizados roteiros de encontros e ofício divino da juventude, para colaborar na dinamização e envolvimento dos grupos de jovens em vista da celebração dos 40 anos da PJ. Existe a indicação para que sejam fomentadas ações e atividades em todos os níveis da organização (regional, diocesano, paroquial, comunitário).

É tempo de celebrar...

No ano de 2013 a juventude é pauta para grande parte da sociedade, de maneira especial para a Igreja do Brasil. Muitos serão os espaços que refletirão a temática juvenil. Momentos que possibilitarão um olhar para a realidade da juventude brasileira.

Ao longo da história da evangelização da juventude no Brasil, muitas organizações têm contribuindo de forma significativa, dentre elas e de maneira especial, podemos destacar a trajetória da Pastoral da Juventude (PJ). Com sua proposta de ação junto às juventudes engajadas especialmente nas comunidades eclesiais de base da Igreja Católica a PJ há décadas organiza jovens em pequenos grupos de base, dinamizados por suas coordenações comunitárias, paroquiais, diocesanas, regionais e nacional, sendo acompanhados por assessores adultos, dentre eles: leigos, leigas, religiosos, religiosas, padres e bispos.

Segundo o Marco Referencial das Pastorais da Juventude do Brasil, as primeiras tentativas de articulação em nível nacional se deram no período de 1973 a 1978, promovidas pela própria CNBB com o objetivo de reunir as experiências de PJ esparsas pelo Brasil. Em 1973, no Rio de Janeiro aconteceu o Primeiro Encontro Nacional da PJ. Em 1976, também no Rio de Janeiro, aconteceu o Segundo Encontro Nacional da PJ. Estes dois primeiros encontros reuniram pessoas com prática de PJ, para refletir a situação e buscar caminhos de organização.

Os grupos de base, opção fundamental de organização da PJ, acreditam em uma atuação diferenciada na Igreja e na sociedade, fundamentada em características e metodologias próprias. Dentre elas destacam-se: seguimento a Jesus Cristo, opção preferencial pela juventude empobrecida, protagonismo juvenil, clareza da necessidade de um processo eficaz de educação na fé, compromisso com a formação integral dos jovens, ação inculturada na vida da juventude, aprofundamento do diálogo ecumênico e inter-religioso, entre outras características.

Programação
Seguem abaixo, algumas atividades e processos que acontecerão durante o período da celebração e que serão espaços propícios para o envolvimento neste processo comemorativo:

1) Abertura do ano Celebrativo: Seminário Nacional nos dias 09 e 10 de março de 2013, em São Leopoldo/RS, na sede da Trilha Cidadã, com o lançamento do Selo Comemorativo dos 40 anos;

2) Campanha da Fraternidade 2013;

3) Semana da Cidadania - SdC, 14 a 21 de abril de 2013;

4) Seminário Nacional "Campanha contra a violência e o extermínio de Jovens”, de 03 a 05 de maio de 2013, em Brasília/DF;

5) Semana Missionária, nos dias 16 a 20 de julho de 2013, em todas as dioceses do Brasil;

6) Jornada Mundial da Juventude, de 23 a 28 de julho de 2013, no Rio de Janeiro/RJ;

7) Semana do/a Estudante - SdE, 05 a 11 de agosto de 2013;

8) Dia Nacional da Juventude - DNJ, 27 de outubro de 2013;

9) 13º Intereclesial das CEBs, de 07 a 11 de janeiro de 2014, no Crato/CE;

10) Encerramento do Ano Celebrativo: Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude, nos dias 19 a 26 de janeiro de 2014, em Belo Horizonte/MG.

Informações sobre a atividade ou o processo de celebração poderão ser obtidas pelo e-mail: secretarianacional@pj.org.br ou na página www.pj.org.br.
O que achou?

0 comentários: