segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Oração pela 3ª Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos Humanos


Deus nosso Criador e Libertador,
Queremos mais uma vez abrir-nos à tua voz,
Ouvindo teus apelos nos caminhos da história,
E deixando-nos interpelar pelo Evangelho do Teu Filho.
Em atitude de escuta queremos nos abrir à missão de testemunhar nosso carisma, assumindo gestos concretos em prol da construção de uma nova sociedade
e de um mundo novo, a serviço da Vida e de toda a Criação.

Acolhe, Senhor, com solicitude o nosso desejo de nos empenharmos,
enquanto Juventude Franciscana do Brasil,
na construção da sociedade do bem-viver
e orienta-nos com teu Espírito transformador na realização da
III Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos Humanos,
que este ano tem como Tema: “ESTADO, SAÚDE E ECOLOGIA”.

Ajuda-nos a construir um Estado onde se vivencie uma relação nova
com a natu­reza e com todas as pessoas;
que esteja de fato a serviço das neces­sidades básicas da população,
e não movido pelo lucro e acumulação de capital;
onde queremos unir nossas forças à da mobilização popular
para que ela possa seguir acendendo pequenas luzes em meio à escuridão.

Encoraja-nos a lutar por uma Saúde pública que esteja de fato a serviço
do cuidado com a vida humana, como direito que nos compete e
onde se disponibilize recursos e uma estrutura física e humana dignas
para atender os cidadãos de forma adequada e eficiente.
Que nossa mobilização tenha como propósito eminente a reivindicação para que o Estado cumpra a sua responsabilidade de garantir o direito à saúde pública
a todos os brasileiros e brasileiras.

Orienta-nos a praticar uma Ecologia mais humanizada,
onde tenhamos a consciência de nossas responsabilidades
em relação a toda a Criação que nos cerca, como também em relação a nós mesmos;
tendo o compromisso de lutarmos para que, acima de qualquer interesse,
a vida seja sempre e em tudo preservada;
construindo um ‘mundo novo’ que atenda as necessidades humanas
de forma justa e equilibrada, respeitando e resgatando o equilíbrio do planeta.

Por fim, faze-nos Senhor, dóceis à ação do teu Espírito, pois queremos acima de tudo não perder “o santo espírito de oração e devoção”, pelo qual teu servo Francisco se deixou mover, colocando-se a serviço dos Crucificados de seu tempo, atento ao chamado que Vós o fizestes de reconstruir a Sua Igreja, a partir do lugar do próprio Cristo. E que Maria, vossa Mãe e nossa, interceda por nós, Juventude Franciscana, nesse processo de construção da sociedade do Bem-viver! Assim seja!

O que achou?

0 comentários: