sexta-feira, 1 de julho de 2011

JUFRA presente no lançamento do Relatório “Violência contra os Povos Indígenas no Brasil-2010”

A JUFRA do Brasil, representada pela Região Centro, participou dia 30 de junho de 2011, no auditório da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília,do lançamento do Relatório “Violência contra os Povos Indígenas no Brasil” referente ao ano de 2010. Material que é produzido anualmente pelo Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e que trabalha temas ligados à causa indígena.

Estiveram presentes no evento o secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, o presidente do CIMI e bispo da Prelazia do Xingu (PA), Dom Erwin Krautler, a antropóloga e coordenadora da pesquisa, Lúcia Helena Rangel, e Egydio Schwade, colaborador do CIMI no Amazonas; Além de representantes de diversas organizações sociais e populares, Pastorais Sociais e Organismos da Igreja e, é claro, a JUFRA do Brasil.

Um dos pontos da apresentação foi o papel da CNBB como entidade nacional e local público e democrático para discussão de problemas que assolam toda a sociedade, reafirmando seu compromisso com os povos indígenas, na defesa da dignidade e de seus direitos.

Destaco o discurso emocionado do senhor Egydio, quando questiona que ainda não falamos dos indígenas que também contabilizam os desaparecidos políticos do regime militar; E a fala da antropóloga Lúcia Helena sobre a situação alarmente em que vive o estado do Maranhão, pois quase não existem mais florestas e as poucas que existem são motivos de disputas.

Este importante relatório quer dar visibilidade ao rosto atual da causa indígena, pois, o mesmo é testemunho do direito dos Povos Indígenas e mostra que os problemas do Brasil são muito maiores do que os que conhecemos. È um dever de todos e todas tornarem este trabalho conhecido.

Paz e Bem!

Clique AQUI para baixar a íntegra do Relatório.


João Batista Gomes Macedo
Sub Reg de Formação - Região Centro (DF/GO/TO)
O que achou?

1 comentários:

Cleymenne Cerqueira disse...

João,

Obrigada pela presença atenta no lançamento do relatório e por nos ajudar a difindur aí pela grande rede. Precisamos de mais participações e iniciativas como a sua para darmos visibilidade a essa causa que tão urgente.

Abraço,

Cleymenne Cerqueira, assessoria de Comunicação do Cimi