sexta-feira, 25 de março de 2011

Carta aberta do Encontro Nacional de Coordenadores Juvenis da Igreja do Brasil

Segue abaixo Carta aberta do Encontro Nacional de Coordenadores Juvenis da Igreja do Brasil realizado nos dias 18 19 e 20 de março em Natal/RN onde a JUFRA do Brasil esteve representada pelo Secretário Fraterno Nacional Alex Bastos.



Clique no link abaixo para fazer o download em pdf


“A Igreja olha para vós com confiança e amor [...]. Ela é a verdadeira juventude do mundo [...]. Olhai para ela e nela encontrareis o rosto de Cristo” (Christisfideles laici, n.46).


Carta aberta do Encontro Nacional de Coordenadores Juvenis da Igreja do Brasil.


Aos (Arce) Bispos
Padres
Religiosos e Religiosas
Diáconos
Seminaristas
Assessores (as) adultos
Jovens de todo o Brasil

Nós, jovens dos Movimentos, Congregações Religiosas, Organismos e Novas Comunidades do Brasil, reunidos em Natal, de 18 a 20 de março de 2011, chamados por Cristo e por Ele chamados a sermos Igreja, a “verdadeira juventude do mundo”, hoje nos apresentamos à missão. O Santo Padre Bento XVI disse, em discurso aos jovens do Brasil, que “sem o rosto jovem, a Igreja se apresentaria desfigurada”; motivados pelo apelo irresistível do Evangelho em nossas vidas, apresentamos diante de todos vós, o rosto jovem da nossa Igreja no Brasil.

Respondendo aos desafios da evangelização da juventude, através do Documento 85 - Evangelização da Juventude, aprovado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, e ao forte apelo do exemplo de Cristo que, mais do que nunca, clama pela unidade dos cristãos, estiveram reunidas, pela primeira vez na história da Igreja no Brasil, 28 diferentes expressões de evangelização da juventude. Podemos colher na imensa riqueza da diversidade gerada pelo Espírito Santo na Igreja a prova viva de que é na unidade que encontramos a força necessária para os desafios deste tempo.

Essa unidade querida por Deus no seio mais profundo da Igreja é fruto de um movimento interior de conversão. Apresentamo-nos, então, diante da Igreja, para o serviço da evangelização e da formação da juventude.

Caminhando no crescimento e amadurecimento na Palavra e no Magistério da Santa Mãe Igreja, fizemos uma trilha crescente de conquista, de acúmulo de experiências, de ampliação das nossas visões de mundo e de um forte desejo de busca pela santidade, de sermos instrumentos simples, mas ousados e criativos nas mãos de Deus para a evangelização da juventude, principalmente da mais empobrecida, espalhada por todo o Brasil. “De fato, Deus nos fala pelo jovem (...). Dizer que para a Igreja a juventude é uma prioridade em sua missão evangelizadora, é afirmar que se quer uma Igreja aberta ao novo, é afirmar que amamos o jovem não só porque ele representa a revitalização de qualquer sociedade, mas porque amamos nele uma realidade teológica em sua dimensão de mistério inesgotável e de perene novidade.” (Evangelização da Juventude, n.81)

Assumimos juntos como Igreja, em nome dela e por ela, o compromisso de, no próximo triênio: acentuar a participação dos Movimentos, Congregações Religiosas aqui representadas, Organismos e Novas Comunidades nos setores diocesanos da juventude; realizar um encontro nacional destas expressões juvenis aqui representadas bianualmente; estimular o trabalho missionário das Congregações e Organismos que trabalham com a juventude; aprofundar e difundir o estudo do Documento 85 da CNBB nas diversas expressões da juventude. E de modo mais imediato, desejamos que todos participem da petição para que a Campanha da Fraternidade de 2013 tenha como tema “Fraternidade e Juventude”, com data limite para entrega em 17 de abril (acessar site www.jovensconectados.org.br).

A opção pela juventude é necessidade da Igreja e precisa acontecer nos mais diversos lugares em que a Igreja se faz presente. É preciso novos métodos, é preciso planejar, é preciso líderes com formações sólidas, é preciso o diálogo na diversidade, é preciso que cada expressão seja mais e mais aquilo que o próprio Deus a chamou a ser, é preciso que a riqueza particular seja riqueza universal. É preciso que os jovens sejam um com toda a Igreja. E é preciso, de todos, o empenho necessário para que isso aconteça. “Abri as portas a Cristo”: abri vossas casas, abri vossas paróquias, abri vossas pastorais, abri vossos movimentos, abri vossas comunidades, abri vós mesmos, abri as portas ao rosto de Jesus Cristo estampado nos jovens.

Encerramos rogando à Mãe Aparecida, padroeira do Brasil, que interceda por todos os jovens de nosso país. Uma feliz e santa Páscoa a todos!



Natal, 20 de março de 2011.
Segundo Domingo da Quaresma.


1. Caminho Neocatecumenal
2. Comunhão e Libertação
3. Comunidade Aliança de Misericórdia
4. Comunidade Bom Pastor
5. Comunidade Canção Nova
6. Comunidade Católica Nova Aliança
7. Comunidade Católica Shalom
8. Comunidade de Vida Cristã (CVX)
9. Comunidade Doce Mãe de Deus
10. Comunidade Emanuel
11. Comunidade Face de Cristo
12. Comunidade Mar a Dentro
13. Comunidade Obra de Maria
14. Comunidade Pantokrator
15. Comunidade Recado
16. Equipes de Jovens de Nossa Senhora
17. Focolares
18. JUFRA
19. CNLB
20. Juventude Missionária
21. Milícia da Imaculada
22. Ministério Jovem da RCC
23. Movimento de Schoenstatt
24. Movimento Eucarístico Jovem (MEJ)
25. Pastoral Juvenil Marista (PJM)
26. Regnun Christi
27. Segue-me
28. Vicentinos Jovens
O que achou?

0 comentários: