segunda-feira, 19 de dezembro de 2005

Mensagem Natalina do Secretariado Fraterno Nacional aos jufristas do Brasil

Natal de Nosso Senhor

Nascendo em Belém Jesus se fez criança!

Fico triste quando lembro que no dia de Natal tantas crianças que estão sozinhas, sem amor, sem mãe, sem nenhum presentinho. Mas lembro que o menino Jesus também foi pobre e abençoa todas as crianças.
Como seria o mundo se o natal não fosse só um dia, o mundo ainda há esperança, o natal é época de alegria, paz e amor entre os homens e mulheres. Nós jovens franciscanos por viver uma opção de vida diferenciada de outros jovens no natal deveríamos preparar o nosso natal visitando famílias carentes, creches, casa de idosos para lembrar á essas pessoas que são filhos de Deus e que a festa também é deles a festa é de todos nós.
Vemos as luzes da cidade brilhando, mais qual é o verdadeiro sentido do natal, será que é Jesus ou o consumismo? As famílias se juntam para viver a confraternização? Há preces a Deus de agradecimento? Há felicidade, partilha, paz e harmonia? Se o mundo vive em guerras é por que muitas pessoas deixam de ser pessoas de boa vontade. O menino de Belém coloca serenidade, ternura e paz na comunidade, mas há tantos que se recusam a receber essa criança em seus lares. Nós sabemos que a mais sensível linguagem do natal é o presépio, ensinemos a todos a preparar o presépio do nosso coração ao longo de nossa vida, Deus quer renovar sua pequena gruta de seu ser e existir.
Feliz Natal a todos os jufristas do Brasil um ano novo de paz, alegria e que a esperança seja plena em nossos corações. Pois levando o Evangelho à vida e a vida ao Evangelho encontrará e levará fé, reconciliação e fraternidade a todas as criaturas.
O que achou?

0 comentários: