sábado, 14 de abril de 2018

JUFRA DO BRASIL APRESENTA NOVOS ASSISTENTES ESPIRITUAIS


Estamos extremamente felizes em partilhar o novo quadro de assistentes espirituais da JUFRA do Brasil. Da esquerda para a direita: Irmã Viviane Ramos da Costa, FDM, Frei Arnaldo César, OFM Conv. e Wellington Buarque, OFM que já era nosso assistente e completa essa feliz assistência colegiada.
Aproveitamos para agradecer o serviço prestado por Frei Alexandre, OFM conv. e irmã Patrícia Dutra, FDM.

terça-feira, 10 de abril de 2018

JUFRA DA REGIÃO NORTE DO BRASIL RECEBE VISITA FRATERNO MISSIONÁRIA




Dando continuidade a missão Norte realizada pelos irmãos Washington Lima (Secretário Nacional da JUFRA) e Maria Aparecida Brito, OFS (Animadora Fraterna Nacional) no dia 28 de março chegam a outra parte da região amazônica na cidade de Santarém/PA para visitar as duas fraternidades da Juventude Franciscana oficializadas no Regional Norte 3, sendo acolhidos pelos irmãos Adrielly Alves (Secretária Nacional para Área Norte), Edivanderson D’Sillva (Jufrista da Frat. Frei Juvenal Carlson) e Aldo Lima (Formador Regional da OFS). Na programação da visita incluiu atividades pertinentes as
Celebrações da Semana Santa e Tríduo Pascal. Na quarta-feira puderam assistir uma bela encenação da Paixão do Senhor, realizada há 8 anos pelo grupo de teatro Kabi Kaxi, um grupo de teatro que nasceu na Jufra (Frat. Frei Juvenal Carlson) e hoje se estende a toda a juventude da comunidade de Santana, e dentre esses jovens alguns são jufristas. Momento emocionante que foi atualizado aos temas da Campanha da Fraternidade e ao ano do Laicato. Na quinta-feira, dia 29 de março após a Missa da Última Ceia “o Lava-Pés” os jovens da Fraternidade Frei Juvenal Carlson reuniram-se na casa do irmão Elber para um momento de partilha junto aos membros do Nacional. Procurando melhorar a participação e a motivação dos jovens Washington desenvolve uma dinâmica que objetiva a compreensão que a fraternidade é e emite luz, semelhante ao sol. Que cada um possa colaborar e fazer com que “esse sol” emita mais luz por onde passar.
No dia seguinte, após a Celebração da Paixão do Senhor outro momento importante agora junto a Fraternidade Arcanjos que passa por dificuldades e precisa de atenção. Os jovens presentes, na sombra de uma frondosa mangueira manifestaram sua intenção de continuar vivenciando o carisma franciscano e assim irradiar luz através do sol que é a Fraternidade. Orientados que voltassem ao seu ponto de partida e que procurassem meios para perseverar e não desistir apesar das situações internas que acontecem na comunidade. Pois, existe a morte, por seus diversos motivos, mas chegará a Ressurreição.
Logo pela manhã do Sábado Santo foi agendada uma reunião com o Provincial da Custódia São Benedito da Amazônia, Frei Paixão, OFM que acolheu muito bem aos participantes, junto dos Assistentes Espirituais Frei João, OFM e Frei Haroldo, OFM. Sendo partilhado alguns pontos sobre a caminhada com relação a assistência espiritual e o Projeto "Presença Interfranciscana de Evangelização na Amazônia " para a região que contará com a participação de frades, irmãos da OFS e jufristas. Ainda na tarde do sábado houveram duas atividades como a participação na Rádio Rural da cidade, no programa de “Jovem para Juventude” que é uma das atividades realizada pelos movimentos eclesiais que fazem parte do Setor Juventude da diocese e nessa tarde estava sobre responsabilidade da Jufra pelos jovens Adrielly, Edivanderson e Eduardo que destacaram a importância da vivência do Tríduo Pascal e a visita do nacional na região, fazendo um encontro de rios relembrando o dia mundial da água. Assim como um momento junto aos irmãos de duas fraternidades de OFS que existe em Santarém que são, Fraternidade São Francisco e Fraternidade São Boa Ventura. Após essas partilhas é possível agregar mais esperanças quanto a caminhada franciscana nesta terra banhadas pelo Rio Tapajós e Amazonas, e celebrar na Vigília Pascal a Ressurreição do Senhor... “Ele não está mais aqui, ressuscitou...
Cantemos ao Senhor, que fez brilhar a sua glória.” Para finalizar com chave de ouro esses dias de missão no Estado do Pará, no domingo de Páscoa, dia de festa celebrou-se o batizado da Chiara que em seus menos de dois anos de vida, já sente e acompanha através de seus pais (Adrielly e Edivanderson) esse carisma tão envolvente e ardente do ser franciscano, franciscana. Os padrinhos, jufristas são Washington e Carol Gama (Fraternidade Arcanjos). “Portanto, ide, fazei discípulos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo” (Mt, 28,19) Agradecendo a Deus pela oportunidade e a todos os irmãos e irmãs onde aconteceram os encontros, assim como a natureza toda da região, é sempre importante agradecer. Confiar e rezar para que dê fruto no Norte cada testemunho, cada partilha, cada sorriso, cada olhar, cada dúvida, cada motivação, cada lágrima, cada abraço. Jesus Ressuscitou, Aleluia! Aleluia! Aleluia!

Maria Aparecida Brito, OFS
Animação Fraterna Nacional












sexta-feira, 6 de abril de 2018

JUVENTUDE FRANCISCANA LEVA A BOA NOVA PELA REGIÃO CENTRO DO BRASIL



Nossa Juventude é missão. E atendendo a um chamado de Deus, a região centro saiu em missão, pelo terceiro ano consecutivo, durante a semana santa. Onze jovens, que sustentados pela vocação que o Senhor lhes confiou, tinham o propósito de levar a luz da Palavra de Deus para aqueles que necessitavam. Enviados para as cidades de Araguacema e Lajeado, os missionários foram entusiasmados anunciar a Boa Nova do Cristo vivo.
"As experiências que foram proporcionadas a estes jovens foram intensas, fomos para oferecer e fomos nós quem recebemos. Apesar do cansaço de passar horas viajando foi muito recompensador, cada olhar, cada sorriso, cada sinal de agradecimento" foi a conclusão de todos quanto a missão.

Dentro de cada um dos jovens missionários tinha fogo de Deus. E eles foram com suas velas acesas compreendendo que se uma vela pode iluminar um quarto, a chama de Jesus Cristo pode iluminar todo o povo que clama por ele.
O sentimento por parte dos missionários é de extrema gratidão, pois Deus mesmo podendo fazer isso tudo sozinho, escolheu-os para ser uma pequenina parte disso.







sexta-feira, 30 de março de 2018

58 JOVENS SÃO ADMITIDOS À JUFRA NO REGIONAL NORTE 2




Relatar cada momento vivido nesse chão sagrado é nosso dever. É registro. É missão.  Missão essa abraçada pelo secretariado regional e nacional da JUFRA ao ir ao encontro da experiência franciscana que surge e já é sentida no município de Breu-Branco/PA.
Duda (Secretária Regional NO 2), Washington Lima (Secretário Nacional da JUFRA) e Maria Aparecida ( Animadora Nacional da JUFRA) formaram a delegação que realizou a visita.
Na sexta-feira, dia 23 de Março de 2018, os representantes da JUFRA e OFS chegavam à cidade. Acolhidos pela irmã Madalena, descansaram para vivenciar um dia de muita partilha e aprendizado.
No sábado pela manhã foi possível conhecer 10 fraternidades iniciantes que já começam a vivenciar a experiência de vida fraterna. No total são 12 fraternidades de jovens apoiados por irmãos e irmãs que iniciam uma caminhada na Ordem Franciscana Secular.
Entendendo o contexto
O município de Breu Branco/PA fica a 420 km de Belém. Após a iniciativa do irmão Roberto sementes do carisma começam a ser lançadas nessa região. Desde 2016 iniciam os trabalhos, reuniões, encontros, conversas e algumas visitas da equipe regional da OFS e JUFRA. Os adultos são acompanhados pelo regional da OFS, mais especificamente pela irmã Ailda da fraternidade Frei Damião de Bozano de Tucuruí.
Com o congresso regional que elegeu a irmã Duda e em comunhão com o desejo de visita por parte do secretariado nacional, foi organizada uma visita a fim de fortalecer o contato com os irmãos e irmãs, bem como, realizar a celebração de admissão dos jovens à JUFRA. Acontece que a caminhada de cada fraternidade iniciou em  períodos diferentes, sendo pra tanto necessário formalizar essa caminhada inicial que em breve tende a ser oficializada.
A experiência franciscana nessas terras é um grande sinal de Deus. Trata-se de uma realidade de vida rural, cujo contexto eclesial particular exige organização comunitária e protagonismo dos leigos e leigas. Realidade inserida na Amazônia, com toda beleza, mas também necessidades.  Apresentar a espiritualidade como espaço de amadurecimento de fé, esperança e vida comunitária é importante.



 Washington Lima, JUFRA/OFS
Secretário Nacional da JUFRA do Brasil











DIA MUNDIAL DA ÁGUA: FRANCISCANAS E FRANCISCANOS EM DEFESA DAS ÁGUAS




Franciscanos estiveram presentes no Fórum Alternativo Mundial da Água, acontecido de 17 a 22 de março, em Brasília, em vista da “água como direito e não mera mercadoria”. O Fórum Alternativo Mundial da Água, o FAMA, tem acontecido em contraponto ao Fórum promovido pelas corporações, este último com a finalidade da privatização e mercantilização da água, em prejuízo das populações, especialmente dos mais pobres.
O Fórum das corporações, em sua 8ª edição, ocorre também nestes dias em Brasília.  O FAMA o questiona em seus debates e conclusões que geram mais devastação, desmatamento e poluição, bem como exclui a milhares do acesso à água potável e limpa, e do acesso a serviços de saneamento com qualidade. Desse modo, uma delegação de irmãs e irmãos da OFS, JUFRA, OFM, OFMCap, irmãs de diversas congregações participou do FAMA, desde sua preparação e nesta semana intensa, junto com mais dezenas de movimentos sociais, pastorais, entidades, sindicatos e outros.
De modo específico, o Serviço Interfranciscano de Justiça, Paz e Ecologia (SINFRAJUPE) participou com outras entidades da organização da atividade autogestionada “água como bem comum – estratégias e resistências frente à mercantilização” no dia 18/3 (UNB). Dia 19/3, a delegação realizou uma reunião na Igreja dos Capuchinhos em vista de se organizar para as próximas atividades. 
E, de modo geral, a delegação participou das atividades autogestionadas dias 18 e 19/3 (UNB) e de 19-21/3 no Parque da Cidade, onde o FAMA aconteceu com diversas plenárias e assembleias populares. Finalizando no dia 22/3, Dia Mundial da Água, com uma marcha no centro de Brasília, visibilizando com milhares de manifestantes que “água é um direito, não mercadoria”, direito dos povos, dos pobres e direito de todos seres vivos, e não mera fonte de lucros às grandes corporações, que vem destruir, devastar e explorar a natureza e as populações!
Assim, os franciscanos reafirmam que a espiritualidade é uma força propulsora que nos agrega e direciona ao meio dos “pobres desta terra”, questionando-nos enquanto cidadãs e cidadãos e nos servindo de inspiração na defesa da Casa Comum.
Segue o link de acesso a declaração final do FAMA afim de ser usada nas partilhas fraternas, estudos e debates no diversos níveis de organização da JUFRA.








sábado, 24 de março de 2018

O coração da Igreja é jovem...

...precisamente porque o Evangelho é como uma linfa vital que a regenera continuamente”, disse o Papa Francisco na última de segunda-feira (19/3) na abertura da reunião pré-sinodal que aconteceu em Roma. A reunião teve o objetivo de oferecer aos jovens a possibilidade de apresentar aos Padres sinodais, que se reunirão em Assembleia Sinodal em outubro de 2018 sobre o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, um documento em que exprimam seu ponto de vista sobre a realidade, as suas ideias, o seu sentir e as suas propostas. São cerca de 300 os jovens dos 5 continentes, de várias religiões e também ateus, que participam da reunião pré-sinodal. 

O caminho do Sínodo dos Bispos é um processo longo e articulado, constituído por etapas, todas importantes, que envolvem em diversos momentos os vários componentes da Igreja. Desde o início, nas intenções do Santo Padre houve o desejo vivo e constante de levar os jovens a participar diretamente neste percurso, porque o Sínodo não é unicamente para os jovens, mas também e sobretudo com todos os jovens.

Para aqueles que não puderam se fazer presente na reunião, a equipe preparatória organizou 15 #tags com perguntas e direcionamentos para que as diversas vozes pudessem ser ouvidas, dentre elas: #QuemSou (sobre a formação da personalidade), #Diversidade (sobre a relação com as diversidades e pluralidades contemporâneas), #Interioridade (sobre a busca do sentido da existência), #Linguagens (sobre as linguagens e instrumentos/meios usados pela juventude) e #Chamado (sobre o sentido vocacional da vida).

Participação da JUFRA do Brasil
Em agosto de 2017, na IV Semana de Promoção Vocacional (PROVOCAE), nossas fraternidades locais tiveram a oportunidade de se aproximar mais da temática do Sínodo (Os jovens, a fé e o discernimento vocacional) através dos encontros e reflexões propostas, bem como responderam aos questionários que culminaram num documento final da JUFRA do Brasil (Confira aqui).

Participação da JUFRA Internacional
Os jovens Riccardo Insero (Itália) Nikolina Zovko (Bósnia e Herzegovina) participaram da reunião representando a JUFRA Interncacional.

Delegação Brasileira
Participa da delegação brasileira, o jovem Davi Rodrigues (secretário nacional da Pastoral da Juventude), juntamente com a Juliene Barros (participante do movimento Milícia da Imaculada), a Ariany Leite (representante da Juventude Missionária Redentorista e representante das congregações religiosas na Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional), o Lucas Galhardo (representante do Movimento Apostólico de Schoenstatt Internacional) e o Leon Souza (assessor nacional da Cáritas Brasileira para a área de atuação de infância, adolescência e juventudes e membro do Fórum de Jovens da Cáritas Internationalis). (Confira: https://youtu.be/5WuKmI51gYs)



Acesse o site e siga os perfil nas redes sociais:

Leia mais notícias em...

quinta-feira, 22 de março de 2018

DIA DE LUTA, DIA DE DEDICAÇÃO - DIA DE WASHINGTON LIMA!

Hoje, dia 22 de março, celebramos a vida do nosso irmão Washington Lima. Atual membro do Secretariado Nacional com a missão diária de representar todos os jufristas desse Brasil. Sim, gente, vamos bater palminha para o nosso Fraterno. Nesse dia tão especial e místico também celebramos o dia Mundial da Água. Relembramos a todos a significância desse dia, quando simultaneamente, acontece o Fórum Alternativo Mundial da Água, em Brasília, com uma delegação de franciscanos, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver tal problema.
De forma simbólica queremos agradecer pela abundância da sua vida irmão, pelo serviço que desempenha em nossas fraternidades, juventudes, universidades, cidades, igrejas e rios. Sabemos que a missão de ser protagonista de uma história com ousadia, respeito e carisma não é fácil. Queremos te agradecer por todas as vezes que mesmo no medo não desistiu, em que renovou suas forças a partir da sede de justiça social, em que se inquietou e com isso inquietou o irmão em cada contato fraterno, cada palavra, cada exortação, cada afeto. Obrigada irmão por ser voz, luz, sal e suor. A ciranda fica mais alegre com o bater dos teus pés.
Obrigada, sobretudo, por priorizar o ideal de vida que acreditamos, sonhamos e como utopia espiritual realizamos todos juntos! É bonito ver a ternura e o vigor renascer em cada uma de suas missões.
E hoje a música que você criou e rodou, volta para ti: “Washington, maravilhoso! Jesus te ama e nós também!

quinta-feira, 15 de março de 2018

SUPERAR A VIOLÊNCIA É ERGUER NOSSAS VOZES POR JUSTIÇA E LUTAR POR DIREITOS


Marielle Franco representa a população negra e pobre das periferias.
Também representa lutadoras e lutadores num dos países que mais matam defensores dos direitos humanos.
Segundo o Atlas da Violência 2017, divulgado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 71 a cada 100 vítimas de homicídios no Brasil são negras. Mulheres como Marielle Franco vêm ganhando protagonismo neste triste cenário: os assassinatos de mulheres negras cresceram 22%, entre 2005 e 2015, ao mesmo tempo em que a mortalidade de não-negras (brancas, amarelas e indígenas) caiu 7,4%.

Superar a violência é erguer nossas vozes por justiça e lutar por direitos.

Iluminados pela Campanha da Fraternidade 2018, com o tema “Fraternidade e Superação da Violência”, prestamos nossa solidariedade e reafirmamos o nosso compromisso com todas as Marielles, Andersons, Amarildos, Marias, jovens, negras e negros, pobres, indígenas, LGBT’s, sem-terra e sem-teto, na luta pela “promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária”.

#MariellePRESENTE!

#MarielleVIVE!

Juventude Franciscana do Brasil

sexta-feira, 2 de março de 2018

IMMF E FORMAÇÃO: LANÇAMENTO DA CARTA DE CONVOCAÇÃO E CARTILHA DE ORIENTAÇÕES







BAIXE CARTA E CARTILHA AQUI!

"E Jesus crescia em sabedoria, em estatura e graça, diante de Deus e dos homens” (Lc 2; 5)
“Deixai vir a mim as crianças, não as impeçam, pois delas é o Reino dos Céus" 
(Mc 10,14)

Fortaleza/ CE, 02 de março de 2018 .

Aos/as irmãos/as da JUFRA do Brasil;
Aos Secretariados Fraternos Regionais e Locais;
Aos/as Secretários/as Regionais e Locais de Infância, Micro e Mini Franciscanos;
Aos/as Secretários/as Regionais e Locais de Formação;
Aos Animadores Fraternos Regionais e Locais;
Paz e Bem!


Evangelização é transmissão do anúncio da Boa Nova pelo testemunho vivo, “quando necessário, usando palavras”. Era esse o modo de Francisco de Assis evangelizar, pelo testemunho, conhecido como Evangelho vivo, tornando-se referência para o mundo. As atitudes frutificadas a partir do carisma franciscano promovem características de uma vida humana simples e fraterna. No seio da Família Franciscana existe espaço para todas as pessoas que desejam viver o Evangelho a partir da experiência de Francisco de Assis. As crianças e pré-adolescentes possuem um espaço especial. Eles são parte integrante da Juventude Franciscana (JUFRA) e são assistidos pela secretaria de Infância, Micro e Mini Franciscanos (IMMF). São, portanto, pequenos franciscanos/as que se “sentem motivados a conhecer e vivenciar a espiritualidade franciscana em fraternidade”, assistidos por uma secretaria específica. O objetivo dessas Fraternidades é “proporcionar a descoberta e vivência de valores humanos e cristãos, bem como da espiritualidade franciscana” (JUFRA DO BRASIL, 2004, p. 1).
Os últimos anos são marcados pela intensificação das atividades da IMMF por parte da JUFRA do Brasil, com a finalidade da construção de um trabalho mais efetivo, harmônico e direcionado para as crianças e pré-adolescentes.
No XVI CONJUFRA, realizado em fevereiro de 2016, na cidade de Campo Grande/MS, a JUFRA do Brasil abraçou dois grandes desafios a serem realizados no Triênio 2016/2019, são eles: um encontro nacional para o serviço da IMMF e reformular as Diretrizes da Formação da IMMF.
Por fim, entende-se que a secretaria de IMMF está dentro de um contexto formativo da JUFRA, sendo assim escolheu-se realizar os trabalhos em conjunto com a Secretaria de Formação. Os detalhes seguem abaixo.

  1. ENCONTRO LOCAL SOBRE IMMF
Iremos iniciar nossos trabalhos de envolvimento nas atividades e reformulação das diretrizes a partir das bases. Cada Fraternidade Local deverá promover um encontro a partir da proposta enviada pela Equipe Nacional.
Encontra-se nessa cartilha um encontro que deverá ser realizado em todas as Fraternidades - mesmo as que ainda não possuem IMMF implantada - e cujas reflexões, apontamentos e sugestões sejam encaminhadas para seu respectivo Regional.
      O Regional deve agrupar e encaminhar as Respostas das Fraternidades Locais ao Nacional até o dia 08/04/2018, pois este material será utilizado nas Escolas.

  1. ESCOLAS DE FORMAÇÃO:

Áreas
Cidade
Data
NORDESTE B
Aracaju/SE
20, 21 e 22/04/2018
SUDESTE E CENTRO OESTE
Belo Horizonte/MG
A definir
SUL
Blumenau/ SC
A definir
NORDESTE A
Teresina/ PI
15, 16 e 17/06/2018
NORTE
Belém/ PA
27, 28 e 29/06/2018

As Escolas serão realizadas em nível de Área, cujos convocados/as são:
      Secretário/a Regional de IMMF;
      Secretário/a Regional de Formação;
      Duas crianças/adolescentes integrantes da IMMF do Regional (preferencialmente de 12 a 14 anos).

Existindo outros irmãos/ãs das Fraternidades Locais desejosos de viver esse momento, TODOS e TODAS estão convidados/as, inclusive o/a Animador/a Fraterno/a do Regional ou Locais. A Equipe de Metodologia organizou um quantitativo aproximado de que haverá 6 vagas por regional, já incluindo os 4 convocados/as. Existindo interesse de levar mais irmãos/ãs, é necessário o contato prévio com o respectivo Secretário/a de Área para avaliar o quantitativo que o local escolhido para realização do evento comporta. Ou seja, não há limite de convidados/as, inclusive desejamos que os Regionais estimulem as Fraternidades próximas ao local das Escolas para participar, reiterando a necessidade de contato prévio, vinte dias antes da realização da Escola, com a equipe de organização.
Após as discussões em nível de Área, a rica produção desses momentos será encaminhada para o II Seminário Nacional da JUFRA em IMMF e Formação.

  1. II Seminário Nacional da JUFRA em IMMF e Formação:
Data: 17, 18 e 19 de agosto de 2018 em Brasília/DF
Com o objetivo de redigir o texto final da reformulação das Diretrizes de Formação da IMMF, e possibilitar a aprovação no Congresso Nacional da JUFRA em Anápolis/GO (2019).
Reunirá lideranças que participaram das Escolas de Formação em IMMF, cujos convocados/as são:
      Secretário/a Regional de IMMF;
      Secretário/a Regional de Formação;
      Uma criança/adolescente integrante da IMMF do Regional (preferencialmente de 12 a 14 anos), cujo transporte poderá ser viabilizado através de projetos financeiros da JUFRA do Brasil.

São convidados, o/a Animador/a Fraterno/a do Regional ou Locais, e demais irmãos/ãs interessados/as. Porém, é necessário um contato anterior com a Equipe Nacional para avaliar o quantitativo que o local escolhido para realização do evento comporta. Solicitamos que seja com antecedência de 20 (vinte) dias antes da data do Seminário.
Sabe-se que, muitas vezes, nosso maior problema para envio de mais irmãos/ãs relaciona-se com a questão financeira, mas também é sabido que a JUFRA sempre tem parceiros, padrinhos e amigos/as que contribuem em momentos como esse. Realizar algumas atividades como rifas, bingos, cartas pedindo doações para instituições, paróquias e irmãos/ãs são estratégias sugeridas para que mais membros das Fraternidades façam-se presentes nas Escolas e no Seminário Nacional.
Sobre a viagem com as crianças: tem-se como orientação viajar com crianças acima de 12 anos, pois estas precisam somente de documento de identificação e um adulto ou maior de 18 anos que o acompanhe. Caso a Fraternidade decida por enviar crianças menores de 12 anos, é necessário uma documentação específica de cada estado protocolada em cartório devendo os pais da criança autorizarem a viagem com o adulto previamente escolhido.
Que nessa Quaresma saibamos avaliar nossa conduta cristã e perceber que "pouco ou nada fizemos". Há muito empenho e trabalho que depende do nosso esforço pessoal e em fraternidade a fim de alcançar sonhos para nossa caminhada. Que a esperança do Cristo ressuscitado mantenha viva em nosso coração a coragem para servi-lo sempre! Maria Santíssima, São Francisco e Santa Rosa de Viterbo estejam conosco nessa jornada rumo ao desenvolvimento do nosso serviço com os pequenos franciscanos e a reformulação das Diretrizes Formativas da IMMF.

  

Sabrina Ferreira da Silva
Secretária Nacional de Infância Micro e Mini-franciscanos
Tels: (85) 9 99987766 (TIM) (watssap) / (85) 9 85167654 (OI)
Email: sabrisferreira@gmail.com

Juliana Caroline Gonçalves Almeida
Secretária Nacional de Formação

Washington Lima dos Santos
Secretário Fraterno (Presidente) Nacional