:::: MENU ::::
  • PERFIL DO FACEBOOK DA JUFRA DO BRASIL ESTÁ DESATIVADO TEMPORARIAMENTE

  • JUFRA DO BRASIL - 45 ANOS DE MUITA PAZ E BEM!

  • JUFRA DO BRASIL LANÇA CONVOCAÇÃO PARA O XVI CONGRESSO NACIONAL ORDINÁRIO

  • JUFRA DO BRASIL LANÇA CARTILHA COM ORIENTAÇÕES PARA SEMANA DE IMMF 2015

  • JUFRA DO BRASIL E OFS LANÇAM CARTILHA PARA ANIMAÇÃO FRATERNA

  • JUFRA DO BRASIL LANÇA APLICATIVO OFICIAL PARA SMARTPHONE

#NOVO CADERNO DE FORMAÇÃO, JÁ BAIXOU O SEU?

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016


      Nos dias 05 a 09 de fevereiro de 2016 a Juventude Franciscana do Brasil esteve reunida na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul para realizar seu XVI Congresso Ordinário e Celebrativo pelos 45 anos da JUFRA no Brasil. Foram dias de muitas alegrias, emoções, partilhas e trocas de experiências. Estiveram presentes jovens de todo o Brasil, representando 17 regionais que formam nossa fraternidade nacional.

        Na ocasião foi celebrado os 45 anos da JUFRA no Brasil com uma linda Celebração Eucarística e a inauguração de uma placa comemorativa na Igreja de São Francisco. Também durante o congresso foi eleito o novo Secretariado Fraterno Nacional, que com muito entusiasmo conduzirão os trabalhos da juventude franciscana nos próximos três anos. 
A frente dessa caminhada estará o jovem Washington Lima, da cidade de Penedo-Alagoas, eleito Secretário Fraterno Nacional. Junto com eles foi escolhida parte da equipe que formará o Secretariado Fraterno Nacional da JURA do Brasil, sendo:

Washington Lima (Penedo/AL) - Secretário Fraterno Nacional;
Adrielly Alves (Santarém/PA) - Secretária para Área Norte;
Jéssica Lima (Teresina/PI) - Secretária para Área Nordeste A;
Douglas Cordeiro (Bom Conselho/PE) - Secretário para Área Nordeste B;
Márcio Bernardo (Nilópolis/RJ) - Secretário para Área Sudeste;
Maricélia Ribeiro (Campo Grande/MS) - Secretária para Área Centro Oeste;
Bruno Oliveira (Curitiba/PR) - Secretário para Área Sul;
Juliana Caroline (Triunfo/PE) - Secretária Nacional de Formação;

Que Deus ilumine e abençoe a caminhada da Juventude Franciscana do Brasil nesse novo triênio que se inicia. Paz e bem!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Irmãos, paz e bem!

Animados e já a caminho do maior evento da Juventude Franciscana do Brasil, nosso tão esperado CONJUFRA, anunciamos que o PERFIL OFICIAL DO FACEBOOK da Jufra Do Brasil está desativado temporariamente. Após notificação da Equipe do Facebook, fomos convocados para apresentar de forma documental a existência da Jufra do Brasil como organização, bem como dos administradores da página como parte dela. Acontece que muitos de nós estamos já na estrada a caminho de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, dificultando, portanto, a juntada dos documentos necessários para resolução do problema. Assim, até esse processo comprobatório e a volta efetiva do Perfil, estaremos lançando as notícias do CONJUFRA 2016 e demais atividades na FANPAGE OFICIAL JUFRA DO BRASIL. Segue o link: https://www.facebook.com/jufradobrasil/

Atenciosamente,

Comunicação Nacional da Jufra do Brasil
Assessoria Jurídica da Jufra do Brasil

 

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Olá irmãos, paz e bem!
É com o coração cheio de boas lembranças e recheado de alegria que fechamos o quadro de aniversariantes desse triênio! Hoje é dia de VANDERSON SOUSA, nosso Secretário Nacional para a Área Norte.

Amado irmão, que o Senhor seja o mestre a guiar seus passos para o bem e para o amor a todos que te cercam. Quanta felicidade tê-lo aniversariando! Parabéns por hoje, parabéns por tudo o que é, parabéns por este dia de festa e prazer, por ser amigo e um amigo que merece os melhores votos de felicidade e paz. Que São Francisco e Santa Clara de Assis sejam sempre luz no teu caminho, e que Nossa Mãe Rainha seja tua protetora diária nas dificuldades da vida. Parabéns pelo primeiro aniversário como Jufrista Professo; que Santa Rosa, São Luis de França e Santa Isabel da Hungria iluminem seus passos sempre!

Te amamos, irmão!
Obrigadão por todos os SIM que diz em amor ao nosso ideal de vida.
FELICIDADES! PAZ E BEM!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

 Paz e bem, amados irmãos e irmãs da JUFRA DO BRASIL! 
“Vamos lá meus irmãos, recomeçar, pois até agora pouco ou quase nada fizemos” (São Francisco)

É explodindo de felicidade que escrevemos essa matéria para registrar que, após longa jornada, o ARQUIVO DA JUFRA DO BRASIL encontra-se em sua Sede Oficial. Uma jornada que exigiu de nós muita coragem e ousadia.

Ainda no primeiro semestre de 2013, essa Secretaria iniciou a difícil missão de organizar todo o arquivo da Jufra do Brasil que se encontrava na Sede da JUFRA NE A2 CE/PI, em Fortaleza/CE, e transportá-lo para a Sede Oficial da Ordem Franciscana Secular – OFS, Rio de Janeiro, onde foi cedida uma sala para acomodação do arquivo. Um desafio imenso que foi abraçado com muito amor e que se fez necessário. Desde o primeiro momento de trabalho, percebemos a necessidade de ir ao encontro do resgate da nossa história, de nos esforçarmos para que esses documentos tão valiosos, de décadas que explicam profundamente nosso empoderamento juvenil fossem cautelosamente preservados.

Essa missão se deu em três visitas iniciais: limpeza do arquivo (maio/2013, Jéssica), separação dos arquivos por gênero e importância, além da listagem de todos os materiais (abril/2014, Jéssica), limpeza completa do arquivo (dezembro/2014, Jéssica). 


Após essa fase, iniciou-se a preparação para transportar todo o Arquivo da Jufra do Brasil para nova sede no Rio de Janeiro, em uma sala do prédio da sede da OFS Nacional. Assim, em março de 2015, realizamos outra visita para empacotamento do material existente, aproximadamente 13 caixas, que foram enviadas ao destino com a ajuda do nosso Assistente Espiritual Frei Wellington e o irmão Salustiano, Secretário para o Distrito Piauí Sul. 

Frei Wellington, Jéssica e Salustiano


Cida, Elson e Jéssica
Como ponto final da missão, após o Seminário Nacional em Ação Evangelizadora e DHJUPIC, que aconteceu em Petrópolis-RJ, Maria Aparecida (Finanças Nacional), Elson Matias (Jufra PB/RN) e Jéssica (Comunicação Nacional) se dirigiram para a Sede do Arquivo da Jufra do Brasil para organização do mesmo. Após dois dias de trabalho, enfim, o arquivo estava organizado por triênio de serviço, totalizando dois armários cheios de documentos, livros e demais objetos que contam sobre a Jufra que queremos ser.


Reviver toda essa missão e poder expressar para todos quão gratificante é ter em nossas mãos um pouquinho de cada Regional, faz de toda dificuldade encontrada uma motivação. Poder conhecer um pouco de cada história, de alguns surgimentos de JUFRA pelo Brasil, de religiosos e terceiros que ajudaram a construir nosso reino é o maior presente que esse Secretaria ganhou.

Por isso, irmãos, queremos agradecer a cada um que colaborou, que enviou documentos antigos que viessem a somar na história da Jufra do Brasil. Ao Regional NE A2 CE/PI que por muitos anos cedeu o Arquivo da Jufra do Brasil em sua sede. Aos que colaboraram na infraestrutura do translado, aos irmãos Elson, Maria Aparecida e Salustiano, em especial, os Frades Menores da Província Santo Antônio (Convento Nossa Senhora das Dores, Fortaleza/CE), na pessoa de Frei Wellington e Frei Aleanderson por todo esforço e carinho. E, por fim, agradecemos imensamente a Ordem Franciscana Secular – OFS que, gentilmente, nos cedeu uma sala para que nosso arquivo possa estar, e a irmã Admara (OFS Nacional) por ter nos acolhido carinhosamente os dias que estivemos no arquivo.

Esperamos em Deus, que todos os jufristas do Brasil, em suas fraternidades locais estejam cientes do nosso compromisso fraterno de preservar nossa fraternidade, bem como a história dela e a memória de quem por ela já passou... Para que nunca percamos no tempo o nosso ponto de partida, nossos ideais e todos os esforços que viemos tendo na construção desse Reino que acreditamos ser da Civilização do Amor.

Pela intercessão da Nossa Santíssima Mãe Aparecida, recomecemos!


Jéssica Lima
Comunicadora Nacional da Jufra do Brasil

Secretária Fraterna Regional JUFRA NE AE CE/PI

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016


Há 45 anos, a Juventude que desejava ser franciscana ganhava, de fato e de direito, um rosto, um ideal, um objetivo! Em meados de janeiro de 1971, em Ponta Grossa, no Capítulo Nacional da “Ordem Terceira da Obediência Capuchinha” surgia o primeiro Secretariado Fraterno Nacional da Jufra Do Brasil, e com ele a criação do órgão administrativo: JUFRA DO BRASIL! Nesse momento, tornávamos oficial aqui no Brasil a existência de uma ramificação juvenil dos leigos da Ordem franciscana.

Para comemorar esse momento tão lindo e especial na vida de tantas gerações que ajudaram a construir o Reino nos caminhos da história, jufristas de todo o Brasil participarão do CONGRESSO NACIONAL DA JUFRA DO BRASIL, em Campo Grande-Mato Grosso do Sul, nesse carnaval. Faça parte dessa família! Venha conosco dançar essa ciranda da vida...

"Renascer da própria força, própria luz e fé. (Memórias)! Entender que tudo é nosso, sempre esteve em nós. História! Somos a semente, ato, mente e voz. Magia!"

PARABÉNS, JUFRA DO BRASIL!
Secretariado Fraterno Nacional

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

XVI CONGRESSO NACIONAL ORDINÁRIO E CELEBRATIVO PELOS 45 ANOS DA JUFRA DO BRASIL

(05 a 09 de fevereiro de 2016)

Tema: Jovens líderes a serviço do evangelho
Lema: “Sou muito jovem, não sei falar. Não tenhas medo, vou te guiar!” (Jr 1,7-8).

CARTA CONVITE/AJUDA
São Luís, 10 de janeiro de 2016.

Caros irmãos e irmãs que compõe a Conferência da Família Franciscana do Brasil nas diversas ordens, congregações e institutos,
Paz e bem!
É com muita alegria e entusiasmo que venho, em nome da Juventude Franciscana, comunicar e convidar vocês para o XVI Congresso Nacional Ordinário e Celebrativo pelos 45 anos da Juventude Franciscana do Brasil, a ser realizado entre os dias 05 a 09 de fevereiro de 2016 na cidade de Campo Grande / MS.
            O Congresso Nacional é o órgão administrativo de maior importância da JUFRA do Brasil onde serão eleitas as lideranças que formarão a nova Coordenação Nacional para o triênio 2016-2019. Vamos também celebrar os 45 anos da Juventude Franciscana no Brasil, um momento de reafirmamos os alicerces construídos ao longo desses anos de caminhada com a luta incansável de tantos jovens. Momento de nos alegrarmos com essa linda história e de celebrarmos a vida, a fraternidade e tudo que acreditamos como cantamos no hino dos 40 anos: “JUFRA construindo o Reino nos Caminhos da História”.
Desejamos que nossa Família Franciscana esteja em sintonia com esse momento ímpar da nossa caminhada, sinal de esperança e luz para esta grande fraternidade. Além disso, contamos com vossa generosidade e ajuda, pois estamos com muitas limitações financeiras para realizar esse encontro. Diante disso, viemos humildemente pedir vossas doações que podem ser feitas com qualquer valor na conta da JUFRA do Brasil: Caixa Econômica Federal, Agência-3056; Operação-013; C/P-00010464-2. Tudo que recebemos representa o sinal vivo de partilha e generosidade. Retribuímos com nossa eterna gratidão.
Contamos com apoio e orações de nossa família. Maiores informações e envio de mensagens para o congresso devem ser feitas pelo email: conjufra2016@hotmail.com
Fraternalmente,
Mayara Ingrid Sousa Lima, OFS/JUFRA.
Secretária (Presidente) Fraterna Nacional da JUFRA do Brasil

sábado, 26 de dezembro de 2015




Nos dias 12 e 13 de dezembro foi realizada visita e reunião com a equipe da organização local do XVI CONJUFRA - Congresso Nacional da Jufra do Brasil que realizar-se-á de 5 a 9 de fevereiro de 2016 em Campo Grande/MS. A secretária nacional da Jufra - Mayara Ingrid não pode participar devido questões familiares. Sendo representada pela secretária de finanças nacional Maria Aparecida Brito.

Após a partilha e análise dos trabalhos das equipes como finanças, liturgia, acomodação, animação e acolhida. Foi orientado e discutido algumas particularidades do evento, o quanto já foi encaminhado e o tanto que falta para fazer. A preparação está a todo vapor. Já estamos em contagem regressiva.


O regional de Campo Grande/MS possui atualmente 4 fraternidades. Observa-se o empenho e a dedicação de muitos jufristas, mesmo a maioria não tendo participado de nenhum encontro a nível nacional. Fizeram um planejamento com eventos para arrecadar recursos para o congresso, buscaram apoio com a OFS e a OFM. Obtendo grande apoio dos Capuchinhos. Empenharam-se no trabalho com a arte dos logos temáticos, inclusive da camisa oficial do CONJUFRA. Estão animados e dispostos em colaborar, pois a missão é servir.



Junto com os membros do conselho nacional estamos todos ansiosos e trabalhando muito para que o XVI CONJUFRA aconteça da maneira mais fraterna, objetivando seguir e trilhar novos caminhos para a Jufra do Brasil, como a 'alegria do evangelho' nos inspira e impulsiona. Nesse congresso também estaremos comemorando os 45 anos da Jufra do Brasil, por isso também mais ânimo e esperança. 

Sendo assim, esperamos a presença de todos/as os/as CONVOCADOS/AS e aqueles/as que queiram vir PARTICIPAR COMO CONVIDADO(A) seja bem vindo(a).

Acesse o link e inscreva-se já! Junte-se a nós!


CAMPO GRANDE ESPERA POR VOCÊ!!!








RESERVE A SUA CAMISA

Lembrando que a camisa do CONJUFRA é só R$ 25,00. 
INTERESSADOS em adquirir a camisa faça sua reserva entrando em contato informando a quantidade e o tamanho que deseja. 
Humberto Martins - (67) 9679-7805 (whatsapp) ou pelo email: humberto-ml@hotmail.com
Maricélia Jufra - (67) 9971-3613 (whatsapp) ou pelo email: mariceliamr@hotmail.com

Aqueles que se inscreverem até dia 10/01/2016 receberão a camisa inclusa no kit do congresso.

Sigamos em oração e sintonia pelo bom êxito desse congresso.

Paz e bem!


http://www.jufrabrasil.org/2015/11/jufra-do-brasil-lanca-convocacao-para-o_10.html



quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

“Preste atenção no princípio do espelho:
a pobreza daquele que, envolto em panos, foi posto no presépio!
                      Admirável humildade! Estupenda pobreza! O Rei dos anjos repousa numa manjedoura.
(Santa Clara, 4ª Carta a Inês de Praga, 19-21)



A todos os irmãos e irmãs da JUFRA do Brasil,
Aos/Às Assistentes Espirituais Regionais e Locais,
A todos os membros da Família Franciscana,

Saudações de paz e bem!

                             Mais um ano se passou e, com ele, vamos percebendo que, em meio a tantas atividades assumidas e vivenciadas, começamos novos projetos, abrimo-nos a novas experiências, continuamos a nossa missão,... Enfim, tantos desafios, algumas quedas, muitas conquistas, pequenos gestos, grandes aprendizados,...  Em meio a tudo isso nos damos conta que pode brotar em nosso coração a dúvida sobre termos ou não correspondido aos apelos de Deus em nossa caminhada franciscana e, então, nos perguntarmos: ‘temos assumido em ações verdadeiramente concretas, fraternas e comprometidas, a nossa resposta a esse contínuo chamado que Deus nos faz?’
                Diante deste questionamento, só nos restaria depositarmos nossas repostas com muita sinceridade, no coração de Deus, e, mais uma vez, nos lançarmos confiantemente no seu desejo de concretizar o Seu Projeto de amor na história humana.  Pois assim Ele fez, há pouco mais de dois mil anos: depositou no coração da humanidade, envolto em panos numa manjedoura, a mais alta concretização do Seu plano salvífico: o Seu amor Encarnado, o Verbo feito Homem!

                Quando o Povo de Israel estava sedento de uma vida nova, liberta de toda escravidão, e cansado e confuso por tantas conquistas e vitórias, mas também acompanhadas de tantas quedas e decepções, Deus quis mostrar-lhe a semente de Sua mais alta esperança, e implantou esta semente no seio de Seu Povo! E assim, o Sol da justiça brilhou como luz em meio às trevas!  O povo enxugou o seu pranto, renovou as suas esperanças, não mais desanimou com o que tinha deixado a desejar. Olhou adiante e viu o quanto ainda tinha que caminhar e lutar.
                Então, o Povo de Deus se alimentou dessa esperança semeada.

                Hoje, também nós queremos nos alimentar desta esperança, semeada um dia no coração de Israel, semeada continuamente na história humana e ainda hoje no coração de cada um(a) de nós. É justamente isto o que desejamos a todos vocês, caros irmãos e irmãs jufristas: que essa esperança seja semeada, sempre! Que ela nos revigore e nos fortaleça para ousarmos o diferente neste próximo ano que se iniciará; que ela ilumine a caminhada de cada uma de nossas fraternidades, dando-lhes novo e renovado vigor que alimente em nós um profundo desejo de sempre ousar.
                Assim, não desanimemos diante do que não pudemos realizar ou diante do que não realizamos como queríamos; as nossas conquistas não valeriam a pena se não fosse o nosso desejo de tentar e arriscar!
                Desejamos de coração que, ao celebrarmos este Natal, possamos contemplar como Francisco tão bem contemplou o menino-Deus que veio ao nosso encontro e sorriu para nós, prova de um Deus que quer caminhar conosco, prova de Sua presença sempre reconfortadora e portadora de esperança, diante do novo que sempre está por vir.

                Seja este Ano da Misericórdia uma oportunidade ímpar para aprofundarmos os laços de fraternidade e de serviço que nos unem na vivência de nosso ideal franciscano de vida! E que a mística da paz e o amor infinito ao Deus humanado, que brotaram do coração de Francisco e de Clara, brotem do coração de vocês também. Que o Senhor lhes abençoe nesta caminhada de busca e renovação.
                Que o Senhor lhes dê a paz!



Fraternalmente,
Em nome de todo o nosso Secretariado Fraterno Nacional,




Mayara Ingrid Sousa Lima, OFS/JUFRA                    
Secretária Fraterna Nacional da JUFRA do Brasil                     



Frei Wellington Buarque de Souza, OFM
Assistente Espiritual Nacional






São Luís/MA e Fortaleza/CE, 24 de dezembro de 2015.
Nas Festividades do Natal de Nosso Senhor.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Paz e bem,
BOA TARDE a todos os Jufristas

Hoje é um dia muito especial, dia de mais uma primavera na vida da nossa Formadora mais linda e maravilhosa: Ana Carolina Miranda!

Sim, gente, ela é potência! Uma das pessoas mais especial de nossas vidas! Nós, irmãos do SFN, representamos um mundo de gente que tem a pessoa de Carol com muito afeto, carinho e respeito! Mana, hoje queremos te desejar tudo de bom e do melhor. Sabemos bem como esse ano foi especial em sua vida e ainda está sendo! Agora como professa na OFS e ainda em serviço pela Jufra do Brasil, desejamos a renovação dos teus sonhos e da tua esperança em realizá-los. Queremos agradecer por ser tão cuidadosa com cada amizade e presença. Sempre ao lado dos irmãos e muito sensata em seus conselhos! Nós somos o que somos, pois muito de ti está em nós, graças ao convívio maravilhoso que esses três anos de serviço está nos proporcionando!

Conte sempre conosco! E é sempre bom te lembrar: te amamos muito, irmã! E somos mais felizes com você ao nosso lado! Que Francisco e Clara continuem iluminando suas escolhas. PAZ & BEM!

sábado, 19 de dezembro de 2015







“A humanidade possui ainda a capacidade de colaborar na construção da nossa casa comum (...) Precisamos de um debate que nos una a todos, porque o desafio ambiental, que vivemos, e as suas raízes humanas dizem respeito e têm impacto sobre todos nós”. (Papa Francisco/ 2015, p. 12-13).




 
O apelo e chamado “para a ação” feitos pelo Papa Francisco na Laudato Si’ nos questiona, entre outras dimensões dessa mágica obra, para pensarmos o nosso consumo dos bens duráveis e não duráveis. Temos o direito de consumir imperante como uma necessidade, e o que naturalmente (não necessariamente natural) decorre desse consumo, o seu descarte.  Aquilo que aparentemente não nos serve mais é descartado e “rotulado” como lixo! Entretanto, se a famosa frase dita por Lavoisier[1] que “na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma” podemos ver, por exemplo, a fabricação de uma garrafa PET advinda do petróleo, um recurso não renovável, seu caminho até servir para o consumo e sua destinação para o lixo, será que não vem a interrogação do local onde esse resíduo vai parar? Não é em outro planeta que esse lixo vai parar. Assim como tantos outros “lixos”, bilhões de garrafas PET vão parar na natureza, em terrenos baldios, em lixões para se decompor em mais de 400 anos, nos lagos, rios ou mares.
 
Essa poluição deve-nos doer, não somente aos olhos quando vemos a natureza poluída, mas ao coração, por exemplo, ao saber que um dos principais poluentes encontrados nos oceanos é o plástico, das bilhões de garrafas PET que são fabricadas lá, naquele processo inicial e que podem matar por asfixia ou intoxicação, em contato com materiais orgânicos, diversos animais em diversos ecossistemas. A esse grave problema a humanidade não está imune, pelo contrário, representa um perigo para o meio ambiente e, portanto, para a saúde humana, desde a possível alimentação de peixes contaminados até um desequilíbrio na cadeia alimentar, afinal não vivemos num “caixinha” separada da natureza, vivemos na natureza, somos natureza, necessitamos dela para sobreviver. Nossas escolhas tem um papel fundamental, levando a repercussões boas ou ruins. O descarte de cada dia poderá gerar renda e sustentabilidade ou, ao contrário, degradação e miséria. Contribuirá para um planeta sadio ou o levará à destruição (CARNEIRO/2012, p. 8). Somos responsáveis por isso, somos donos dos nossos resíduos, sejamos setores público, privado ou população em geral, resíduos gerados pelas nossas atividades humanas, muitas vezes tão desumanas. 

                Diante de uma realidade literalmente tão devastadora, será que ainda encontramos soluções sustentáveis para colaborar com a vida da nossa Mãe Terra? A luz da escolha feita por nosso pai Seráfico São Francisco pode nos inspirar nesse cuidado com a nossa irmã e Mãe Terra, por uma ecologia integral. O poder da colaboração é maior do que o da destruição, e subsídios e leis não faltam para essa efetivação prática desse nosso “ser tão” franciscano de ser cidadão. Já que estamos falando de resíduos, por que não citar a Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei nº 12.305/2010 – que regulamenta sobre as responsabilidades de pessoas físicas e jurídicas, de direito público e privado e a população em geral para gerir os nossos resíduos sólidos, desmerecidamente tratados como “lixo”. Nos coloca que esse processo deve ser realizado com respeito ao ecossistema e à comunidade local, propondo uma formação de uma economia circular, contrapondo-se ao atual modelo industrial linear, de extração, fabricação, consumo e descarte (CARNEIRO/2012, p. 9).


Diante de tanta conversa de descarte, degradação, ecologia integral como solução deve pairar uma interrogação de qual a relação e onde estará a árvore dita lá... no título, desse tal de Triunfo. Pois bem, como disse o poder da colaboração é maior e começando por Triunfo, foi lá nessa cidade tão bonita e acolhedora do sertão pernambucano que foi construída e erguida uma árvore de Natal com garrafas PET! Idealizada e proposta por Frei César Lindemberg OFM, entre seus 5 metros de altura, aproximadamente 1.200 garrafas PET, mais de 1700 grampos, tubos de cola, arames e vela, foi construída pela participação ativa dos frades e postulantes do Convento São Boaventura, a JUFRA (Fraternidade Estrela de Assis), Família Franciscana, amigos (as) do Convento e comunidade local para irradiar essa luz que a reciclagem desses materiais pode trazer. As garrafas PET foram doadas pela comunidade e a estrutura em ferro da árvore foi doada pela Prefeitura Municipal de Triunfo. 

Todo o processo foi composto pela limpeza, corte, retirada da tampa e anel das garrafas sendo quase tudo reciclado, exceto o rótulo. Foram produzidos variados enfeites natalinos que foram pintados com tintas e que deram forma a guirlandas e a bolas feitas da parte superior e inferior. Essa não vem a ser uma solução para todos os problemas acima mencionados, mas surge a partir de um trabalho colaborativo mostrando que é possível, ser um símbolo, mas nada de figurativo, que exemplifica a necessidade do nosso cuidado para com a natureza, procurando propor pelo exemplo, uma mudança possível de ideias e atitudes através da reflexão ao pensar pelo que produzimos no descarte desses resíduos.

Propõe também que esses resíduos enxergados em sua beleza possam servir de alternativas para uma reciclagem popular, gerando renda no trabalho do reaproveitamento desse processo sustentável e uma gestão integrada dos resíduos como faz o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, como por exemplo. Representa nossa opção pela busca que o cuidado com a Terra deve ser integral refletindo a partir do consumo consciente.

Isso reafirma a importância dos serviços da Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) da Província Franciscana Santo Antônio do Brasil e da Secretaria de Direitos Humanos, Justiça, Paz e Integridade da Criação (DHJUPIC) da JUFRA, sendo essa presença franciscana de uma ação evangelizadora ativa e desafiadora no mundo.

Que essa ideia da árvore de Natal como tantas outras que podem ser realizadas venham simbolizar a vida, a paz e alegria que podemos construir hoje.

A árvore de Natal foi “inaugurada” ao lado do Convento São Boaventura dia 01 de dezembro do presente ano, juntamente com a abertura da Exposição “Por entre Santos” realizada pelo SESC Triunfo, também no Convento. Ambas, ficarão expostas até o dia 06 de janeiro de 2016, Dia de Reis.

Por Magno Robério Gonçalves Almeida
JUFRA

Referências:
CARNEIRO, André Silvani da Silva. Lixo, quem se lixa? : o bê-á-bá da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Coordenação Centro de Apoio às Promotorias de Defesa do Meio Ambiente; Recife: Procuradoria Geral de Justiça, 2012. 
ECYCLE. Garrafas PET: Da produção ao descarte. Disponível em: http://www.ecycle.com.br/component/content/article/57-plastico/231-reciclagem-garrafas--pet.html. Acesso em 01 dez 2015.
MOVIMENTO NACIONAL DOS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS. Reciclagem Popular. Disponível em: http://www.mncr.org.br/setores/reciclagem-popular. Acesso em 02 dez 2015.
PAPA FRANCISCO, Carta Encíclica Laudato Si’. Disponível em: http://w2.vatican.va/content/dam/francesco/pdf/encyclicals/documents/papa-francesco_20150524_enciclica-laudato-si_po.pdf. (Busca realizada através do Blog DHJUPIC: http://dhjupic.blogspot.com.br/). Acesso em: 02 dez 2015.


[1] (Paris, 1743-1794; in: CARNEIRO/2015) 
Entre em Contato com a Jufra do Brasiljufrabrasil@gmail.com