terça-feira, 25 de maio de 2021

VIII Semana da INAFRA ❤️💙💛💚


Amados irmãos e irmãs, paz e bem!

Primeiramente, damos graças e louvores a Deus, porque Ele é bom e faz em nós maravilhas. Queremos agradecer imensamente aos irmãos e irmãs, que se colocaram à disposição para a construção deste material formativo para a Infância e Adolescência Franciscana do Brasil.

Vivemos em pandemia desde o ano passado, ano em que aprendemos a abraçar com palavras e a cuidar mantendo o distanciamento social, mas vamos sempre lembrar de cuidar de nossos irmãos (mandar mensagem para as/os irmãs/os, alimentar nossa espiritualidade, abraçar com palavras, apresentar a INAFRA para nossas famílias, usar máscara, incentivar a vacinação, cuidar de nosso planeta, das nossas emoções, etc).

Desejávamos realizar a semana da INAFRA nos dias 03 a 13 de maio (conforme ocorreu nas edições passadas), mas por diversas questões não foi possível, portanto, propomos que este encontro seja realizado no final deste mês. Juntos vamos refletir o tema e realizar os gestos concretos em
nossas vidas.

"Senhor dai-me força para mudar o que pode ser mudado. Resignação para aceitar o que não pode ser mudado. E sabedoria para distinguir uma coisa da outra." 
(São Francisco de Assis)

Daniele Mendes, Secretária Nacional da Infância e Adolescência Franciscana.


quinta-feira, 1 de abril de 2021

#tbt - Jufra do Brasil lança roteiro celebrativo para o Tríduo Pascal 2020

Tríduo Pascal 2020 | Jufra do Brasil

Para baixar, clique aqui.

Em tempos tão diferentes que a nossa sociedade está vivenciando, nós, da Juventude Franciscana, convidamos as fraternidades, para que juntos (chamada de vídeo), cada um em seu lar e com seus familiares, rezemos juntos  o tríduo pascal. Estes encontros foram adaptados a partir de encontros já publicados e preparados por algumas irmãs do Regional NE B1 – PE/AL, usando como base o Ofício Divino das Comunidades (ODC). Citamos os seus nomes, ao final de cada encontro. Neste momento de distanciamento social, tomamos a liberdade de adaptar o encontro muito bem construído por essas irmãs, e relança-los, adaptado ao culto familiar, tão caro e importante nesses tempos diferentes. Esperamos que em cada casa, atualmente uma fraternidade, e célula visível da Igreja, estas linhas cheguem para agregar nas celebrações desta Santa Semana.

Para baixar, clique aqui.

Equipe Nacional de Formação da JUFRA DO BRASIL. 

terça-feira, 9 de março de 2021

LANÇAMENTO: 19º Caderno Nacional de Formação 💖

 

FLORESCEU! 🤩


Com muita alegria temos o prazer de anunciar o lançamento do 19º Caderno Nacional de Formação da JUFRA do Brasil, especial pelo jubileu de 50 anos da JUFRA do Brasil! 
💓

"O Caderno do Jubileu é um presente para todas e todos que se sentem parte dessa construção, que querem reviver o que passou ou querem conhecer tudo aquilo que nos levou a estarmos hoje, aqui, repletos de gratidão por termos encontrado nosso Verdadeiro Ideal.

Este material é para ser vivido, sentido, contemplado. Tudo isso com o respeito histórico de quem sabe que só se trabalha para o futuro quando se considera a vivência do passado. Tanto para valorizar os grandes feitos, quanto para absorver a responsabilidade de continuar uma tarefa que já foi iniciada há muitos anos e cuidada por muitas pessoas que se doaram durante o processo."

 Acesse o caderno: https://cutt.ly/szoWjIl

Boa leitura e vivência ❤️
Paz e bem! 🌱

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Economia de Francisco e Clara: organizações católicas lançam plataforma virtual para fortalecer iniciativa do Papa Francisco


A plataforma virtual www.casacomum.com foi desenvolvida para mobilizar a sociedade brasileira a  se envolver na iniciativa convocada pelo Papa Francisco, que tem como objetivo construir narrativas e práticas para uma economia que seja centrada no cuidado com a casa comum e no desenvolvimento humano e integral de todos os seres. 

Na última terça-feira (09/02/2021) foi lançada a plataforma Casa Comum, um espaço virtual de mobilização, reflexão e intercâmbio de experiências entre organizações católicas que apoiam a agenda do Papa Francisco desde a convocação do evento internacional “Economia de Francisco”. 

A plataforma permitirá que católicos e católicas, organizações da sociedade civil, acadêmicos e demais pessoas interessadas possam apresentar suas reflexões sobre os temas prioritários do evento -- as chamadas Vilas Temáticas. Entre os doze temas principais estão agricultura e justiça, estilos de vida, redução das emissões de gases causadores das mudanças climáticas e a participação das mulheres para construir uma economia com equidade. Além da votação nos temas prioritários, os usuários poderão se inscrever na plataforma para participar do fórum de discussão, assinar uma carta que será enviada ao Papa Francisco, receber materiais sobre o tema e cadastrar eventos e campanhas das suas organizações. 

A Cáritas Brasileira é uma das organizações que participam da coalizão que construiu a plataforma. Para Marcela Vieira, assessora nacional da Cáritas, “a plataforma Casa Comum será um espaço para que nós possamos, em unidade, fortalecer esse anúncio do Papa para fortalecer uma economia que já existe nos territórios, que cuida da criação, que cuida de todos os seres. É um espaço para divulgar nossas ações, fortalecer os debates e visibilizar práticas concretas de economia solidária”. 


O secretário executivo do Observatório Socioambiental Luciano Mendes de Almeida (OLMA), Luiz Felipe Lacerda, também contribui na elaboração e afirma que “ devemos congregar forças, criando sinergias ao redor de temas que abordem elementos estruturais deste sistema que nos ameaça. A Economia de Francisco e Clara é um destes temas e, frente à tamanha diversidade de enfoques que aborda e aos complexos desafios que se propõe a enfrentar, essa plataforma será um espaço importante para convergências, um espaço democrático para que todos e todas possam chegar e construir coletivamente”.

Além da Cáritas e do OLMA, participam do projeto coordenado pela Purpose Climate Labs o Movimento Católico Global Pelo Clima (GCCM), o Conselho Nacional do Laicato, a Pastoral da Juventude Nacional, MAGIS Brasil, SARES - Manaus, Juventude Franciscana (JUFRA) e o Observatório de Juventudes da PUC-PR.


quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Lideranças católicas e evangélicas protocolam um pedido de Impeachment ⚠

Um grupo de padres, pastores e lideranças religiosas formalizaram nesta terça-feira (26 de janeiro) um pedido de impeachment na Câmara dos Deputados.

➡ O pedido em questão concentra-se na denúncia dos crimes de responsabilidade referentes à área de saúde, o manejo criminoso das políticas sanitárias durante a pandemia, o não acesso à vacina, e o desprezo pela vida dos cidadãos e cidadãs brasileiras, usurpando-lhes o direito à saúde e infringindo, assim, diversos artigos da Constituição Federal.

Assinam o documento 380 pessoas ligadas à igrejas cristãs: católicas, anglicanas, luteranas, presbiterianas, batistas, medotistas e 17 movimentos cristãos.


📌 Confira o pedido na íntegra: https://cutt.ly/tj7ipoT


FONTES:
Congresso em Foco: https://cutt.ly/1j7irXW

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Celebração Eucarística: 50 anos da JUFRA do Brasil! 💒


Estamos em época de comemoração! No próximo sábado, dia 30 de janeiro, a Juventude Franciscana de todo o país possui apenas um compromisso: Celebração Eucarística de 50 anos da JUFRA do Brasil! 💝

No dia em que comemoramos os 50 anos da JUFRA do Brasil, vamos realizar uma Celebração Eucarística que será transmitida pelas nossas redes sociais. Juntos e juntas queremos celebrar, agradecer e louvar por estes 50 anos “de braços com a vida em missão na história”!

💌 Compartilhem o convite para todas as fraternidades, para todos os irmãos e irmãs jufristas, eternos jufristas, seculares, religiosos e religiosas. Durante a semana compartilharemos mais informações e o link para acessar a transmissão, mas desde já, podemos marcar em nossas agendas: Sábado, 30 de janeiro de 2021 às 19h.


#JUFRA50tão #JubileuDaJUFRA

Que dia é o aniversário da JUFRA do Brasil? 🤔

50 anos da JUFRA do Brasil:

De braços com a vida em missão na história

(1971/2021) 💓




Há 50 anos atrás, entre os dias 25 e 30 de janeiro de 1971, na Assembleia Nacional da OFS, em Recife-PE, a jufrista Ivone Barszcz recebia do Ministro Geral Capuchinho a nomeação de Presidente Nacional da JUFRA do Brasil, e sua Fraternidade Local (em Ponta Grossa-PR), a incumbência de ser a Equipe Piloto para a expansão da JUFRA em território brasileiro.

A nomeação aconteceu no dia 30 de janeiro, sendo este o acontecimento que marca oficialmente o nascimento de nossa Fraternidade Nacional, a Juventude Franciscana do Brasil. 🥳🤩

🌟 Em poucos dias, completaremos 50 anos de muitas histórias, luta e amor! E não podemos esquecer: estamos em Ano Jubilar, nos preparando para o nosso Capítulo Celebrativo da Terceira Ordem Franciscana, que acontecerá entre os dias 21 a 24 de abril de 2022.

🥰💖

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

A exploração animal e o seu impacto ambiental 🌱🐮


Cuidado com a Casa Comum: 
A exploração animal e o seu impacto ambiental 

O Cântico das Criaturas inspira ao cuidado com todos os seres viventes: “Louvado sejas, ó meu Senhor, com todas as tuas criaturas”. Diante disso, quando se fala em cuidar do Planeta, na maioria das vezes limitam-se em cuidados paliativos, mas isso não é suficiente. Sem o intuito de diminuir essa atenção, devemos ampliar os cuidados com formas mais efetivas e que estão em ligação direta com as causas de degradação da Casa Comum. 

É nesse sentido que, alegremente, compreende-se a importância da redução ou retirada completa da carne da alimentação. Afinal, como franciscanos e franciscanas devemos procurar ser irmão e irmã de todas as criaturas. Sabemos que, embora procuremos alcançar esse objetivo, na maioria das vezes não o abraçamos por completo. 

Como viver a fraternidade universal de forma mais consistente?
 
A opção que será apresentada constitui na retirada gradual da carne na alimentação, compreensão do impacto ambiental e cuidado e o amor pelos animais.

De início, é importante compreendermos que a produção pecuária e o agronegócio têm ligação direta com os processos de devastação do meio ambiente. Tristemente, estas constituem-se pelo uso intensivo de água na produção de carnes para o abate e consumo humano. A saber, um típico e bem-nutrido consumidor de carne demanda indiretamente mais de 3.800 litros de água a cada dia e com isso pode-se pensar na quantidade de água que se desperdiça ao longo de sete dias na semana. 

Outro aspecto a ser observado é que o consumo de carne ajuda na degradação da casa comum em razão de que os rebanhos de gados que crescem no Brasil de forma intensa vão em direção a floresta tropical Amazônia. Segundo o relatório da Procuradoria do Meio Ambiente do Ministério Público Federal, o desmatamento da região representava apenas 1% na década de 1970. No entanto, a destruição da floresta acompanhou a evolução do rebanho bovino na Amazônia, que passou de 47 milhões de animais em 2000 para cerca de 85 milhões atualmente. Quase 40% das 215 milhões de cabeça de gado do país pastam em áreas amazônicas. Logo, o consumo de carne tem impacto direto no meio ambiente. 

Outrossim, sabe-se que a maioria das pessoas adoram ter animais domésticos, os famosos “pets”, esses que fazem a alegria de casas, famílias. Infelizmente, compreende-se que não são todos os animais que gozam do amor familiar, muitos são mortos em abatedouros de forma cruel. Há pessoas que vão dizer que amam os animais, contudo que amor é esse que mata? Como amar alguns seres vivos, mas ser conivente com a morte de outros?  Os animais utilizados para consumo (porcos, vacas, galinhas) são seres sencientes capazes de sofrer e sentir alegria e que, portanto, merecem respeito e consideração moral, não se pode enxergar meramente como objeto a dispor dos seres humanos. 

Apesar da imagem geralmente divulgada ao público de “fazendas felizes”, não é isso o que realmente ocorre na esmagadora maioria dos casos. As atuais granjas industriais, onde são criados mais de 90% dos animais ditos “de produção”, mais se parecem com fábricas – a diferença é que as “máquinas” são os próprios animais, explorados e utilizados como se fossem qualquer objeto inanimado. 

Por exemplo, os frangos ditos “de corte” vivem cerca de 40 dias em ritmo acelerado com modificações genéticas e rações específicas, atingem peso aproximadamente 2,5 kg e são levados ao abate. E essas formas de exploração animal se estendem aos porcos os quais são colocados em espaços pequenos para reprodução, os bois e as vacas mesmo que criados de forma extensiva o destino final será sempre o abate, depois do processo de engorda à base ração. Ainda podemos citar a produção de leite de vaca que ocorre em confinamento e extração mecânica e mais o processo de inseminação das vacas e a retirada dos filhotes em poucos dias após o parto. 

Por conseguinte, enxerga-se a necessidade da retirada da carne como forma alimentar, essa cultura que começa a ser questionada em âmbito social se expande ao ambiente espiritual, pois como ser irmão de todas as criaturas se ainda nos alimentamos de animais? É impossível ocorrer o respeito e amor por animais enquanto se enxergar como alimento. Ao contrário disso, deve-se ver como irmãos. 

Considere tornar-se vegetariano: seja pelos animais, pelo planeta e por você mesmo.



Aislan Soares Viçosa 
Secretário Regional de Formação/RS 

Fontes: 

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Oração e sintonia pelo Brasil e pelo povo Manauara! 🙏

 


Hoje, dia 15 de Janeiro, o Conselho Nacional do Laicato do Brasil, convida a todos os Cristãos Leigos e Leigas de todo o Brasil para juntos, através de uma corrente de oração. estarmos unidos e unidas pela página do CNLB para rezar em sintonia, solidariedade e suplicando pelo povo do Brasil e principalmente pelo povo manauara.


📌 Hoje (15/01) às 19h30min
Ao vivo pelo Facebook: https://www.facebook.com/conselhodeleigos/

quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Circular da JUFRA do Brasil: Resolução Pandemia

 


Meus irmãos, paz e bem!

Segue em anexo a Circular da JUFRA do Brasil, tratando de alguns aspectos nesse tempo de pandemia, junto a ela a Resolução e algumas Orientações do Conselho Internacional da OFS, peço a gentileza de encaminharem esse e-mail para os demais membros do Secretariado Fraterno Regional e Secretariados Fraternos Locais. Leiam com atenção tudo o que colocamos, para que assim consigamos colocar tudo em prática, e guardar o bem mais precioso que temos, a VIDA!

Com o desejo de um Santo Advento, me despeço;

 

José Douglas S. C. de Souza, OFS/JUFRA

Secretário Fraterno Nacional da JUFRA do Brasil

Anexo 1:
Circular JUFRA do Brasil

Anexo 2:
Resolução 001/2020

Anexo 3:
Orientações CIOFS para Pandemia